da janela das eumênides

...cada amanhecer traz a razão para recomeçar...

Maria Brockerhoff

As Eumênides acreditam, piamente, na sorte do trevo de quatro folhas… regado com suor, garra, técnica e insônia!

Plena Antártida!

Uma imensidão gelada recortada por rochas vulcânicas. A navegação através de canais estreitos e baías é em câmara lenta. Aqui, os icebergs, as montanhas, os pássaros, as orcas quase ao alcance da mão.


Foto: Rainer Brockerhoff

Cruzamos Dallman Bay...

Foto: Rainer Brockerhoff

Canal Schollaert

Foto: Rainer Brockerhoff

Estreito de Gerlache

Foto: Rainer Brockerhoff

Canal Neumayer

Foto: Rainer Brockerhoff

MS Zaandam contorna as ilhas, gira 360°, pára diante das rochas e glaciares, às vezes navega em marcha-a-ré; assim aproveitamos intensamente sem descer à “terra”. É uma medida protetora do meio ambiente. Hordas de turistas teriam devastadoras consequências.

Foto: Rainer Brockerhoff

Do deck absorvemos o silêncio e a beleza deste lugar... e todo o tempo do mundo está suspenso!

Foto: Rainer Brockerhoff

No verão, há luz por 24 horas. Aqui, a vista da nossa varanda à meia-noite:

Foto: Rainer Brockerhoff


Maria Brockerhoff

As Eumênides acreditam, piamente, na sorte do trevo de quatro folhas… regado com suor, garra, técnica e insônia!.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Maria Brockerhoff
Site Meter