da janela das eumênides

...cada amanhecer traz a razão para recomeçar...

Maria Brockerhoff

As Eumênides acreditam, piamente, na sorte do trevo de quatro folhas… regado com suor, garra, técnica e insônia!

A Cultura Cigana — Buzescu


Um aspecto inteiramente novo na Romênia / Romania é a vida dos Roma, Romani, Romanes. Esta a designação correta, atual para os ciganos. Muitas vezes chamados gypsies, pois acreditava-se serem provenientes do Egito. O sufixo -ROM significa homem / povo. A caminho de București já há sinais do povo Roma nas vilas, praticamente abandonadas, com as construções típicas.

Foto: Rainer Brockerhoff

Provenientes do norte da Índia, a diáspora dos romani começou há 1500 anos. Desde então têm sido marginalizados e profundamente injustiçados. Sofreram também um holocausto — Porajmos — sob o regime nazista.

Esta minoria étnica — entre 12 e 15 milhões — apresenta, claro, diversidade de costumes, regras e língua. Contudo predominam as andanças e a tradição oral da língua Roma. A maioria se encontra na Romênia, Bulgária e República Checa. Por volta de 1860 os roma se estabeleceram aqui para trabalhar nas minas e nos campos. Reforçando a perseguição, o ditador comunista Ceaușescu forçou-os a viver em guetos, tentando suprimir uma rica cultura.

Aqui, também, uma reveladora imagem: do lado esquerdo, a moradia enquanto se constrói o palacete dos sonhos à direita.

Foto: Rainer Brockerhoff

Contudo, a maior surpresa estava a 100km de Bucareste / București: o étnico e desconhecido vilarejo de Buzescu.

Foto: Copyright©2014 Al Jazeera

Com apenas uma rua, os poucos habitantes levam anos e anos em construções rebuscadas. Fazem-se grandes e inespecíficos negócios. Aqui, também, vigora o código de honra do silêncio, tipo omertà. A preocupação com o luxo e a aparência das moradias é tão grande que a família vive em um só cômodo durante o inverno, pois não sobra 💲 para aquecer toda a casa.

Foto: Copyright©2013 Dreamlands

O mercado imobiliário é paralelo: essas residências opulentas não têm valor nas transações oficiais. São negociadas apenas entre os roma. É cultural a exibição de riqueza pelas moradias, jóias e dentes de ouro. Curioso o preconceito dentro dos grupos: os pobres são menosprezados. A desigualdade é gritante. Grande o contraste entre as mansões de Buzescu e as choupanas dos camponeses e entre antigas carroças puxadas por cavalos e os Porsches e Mercedes nas garagens.

Foto: Copyright©2014 Al Jazeera

Em geral, os rapazes não estudam regularmente nem frequentam universidades. São iniciados nos negócios. Preocupante é o casamento de meninas de 12 anos, sem nenhuma escolaridade ser, ainda, contratado entre as famílias.

Os festivais demonstram a riqueza cultural da música e da dança e a fartura das comidas e bebidas típicas. As melodias roma exerceram influência na música clássica e no jazz. Descendentes ilustres deste povo singular se sobressaíram — inclusive o Nobel — nas artes, teatro, ciência e literatura. No Brasil, dois presidentes: Juscelino Kubitschek e Washington Luís.

Se quiser duvidar dos próprios olhos, clique aqui.


Maria Brockerhoff

As Eumênides acreditam, piamente, na sorte do trevo de quatro folhas… regado com suor, garra, técnica e insônia!.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Maria Brockerhoff