dadaísta

um blog sobre arte e desordem

Cátia Andressa da Silva

Fala muitos palavrões, os amigos dizem que é indecente, mas também a chamam de feminista, de nerd, dizem que é inteligente e essas coisas todas e tal… Estudou história e ciências sociais e já fez cursos de culinária e maquiagem de circo. Trabalha blogando e com o que chamam por aí de Social Media. Rouba canetas e coleciona afetos.

Body Scripture, de Ronit Bigal: entre o sagrado e o profano

Poderíamos chamar o trabalho do israelense Ronit Bigal de "arte de corpo", mas é pouco, muito pouco, para essa série misteriosa e fascinante, que une espiritualidade e sensualidade, o sagrado e o profano, o velho testamento e as curvas humanas. Uma série para a qual qualquer adjetivo é insuficiente.


Calligraphy-on-the-Human-Body3.jpg

Ronit Bigal é destes artistas que tornam seu dia mais filosófico e permeado de encantamentos. Body Scripture é um trabalho para enlevar e provocar os antagonismos - que podem não ser tão antagônicos assim.

Calligraphy-on-the-Human-Body1.jpg

Calligraphy-on-the-Human-Body2.jpg

Bigal fotografa o corpo nu, explora-o em diferentes partes, descobrindo um universo de paisagens, texturas e erotismo através da pele. É uma viagem imprevista. Depois, cobre esse corpo de textos bíblicos, numa mistura entre o lúcido e o abstrato, despertando os sentidos do expectador de modo que este não consiga mais distinguir o que é estética, o que é adoração ou significado.

Calligraphy-on-the-Human-Body5-640x441.jpg

Calligraphy-on-the-Human-Body6-640x450.jpg

Poderíamos chamar o trabalho do israelense Ronit Bigal de "arte de corpo", mas é pouco, muito pouco, para essa série misteriosa e fascinante, que une espiritualidade e sensualidade, o sagrado e o profano, o velho testamento e as curvas humanas. Uma série para a qual qualquer adjetivo é insuficiente.

Calligraphy-on-the-Human-Body7-640x509.jpg

Calligraphy-on-the-Human-Body8-640x418.jpg

O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para pendurar armas; mil escudos pendem dela, todos broquéis de poderosos. | Cânticos 4:4


Cátia Andressa da Silva

Fala muitos palavrões, os amigos dizem que é indecente, mas também a chamam de feminista, de nerd, dizem que é inteligente e essas coisas todas e tal… Estudou história e ciências sociais e já fez cursos de culinária e maquiagem de circo. Trabalha blogando e com o que chamam por aí de Social Media. Rouba canetas e coleciona afetos..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/fotografia// @destaque, @obvious //Cátia Andressa da Silva