dadaísta

um blog sobre arte e desordem

Cátia Andressa da Silva

Fala muitos palavrões, os amigos dizem que é indecente, mas também a chamam de feminista, de nerd, dizem que é inteligente e essas coisas todas e tal… Estudou história e ciências sociais e já fez cursos de culinária e maquiagem de circo. Trabalha blogando e com o que chamam por aí de Social Media. Rouba canetas e coleciona afetos.

Bruce Mau: manifesto incompleto

Bruce Mau tornou o design mais que uma área de atuação, transformou-o em um movimento.


O designer canadense Bruce Mau certamente é sua própria fonte de inspiração. Com um trabalho dedicado ao pensamento simples, o autor de Massive Change acabou se tornando uma referência importante nas mudanças de paradigma do design. Bruce tornou-o mais que uma área de atuação, transformou-o em um movimento. Aliás, movimentar o pensamento e mudar vidas são algumas de suas especialidades.

bruce mau.jpg

Há alguns dias, esse trecho, assinado por ele, surgiu numa dessas citações aleatórias entre meus feeds no Facebook:

"The wrong answer is the right answer in search of a different question. Collect wrong answers as part of the process. Ask different questions."

Ao pesquisar a referência, vi que se tratava de um manifesto, o Incomplete Manifesto for Growth, descrito por Mau como seu processo de concepção, alinhado às suas crenças, motivações e estratégias. O manifesto é uma lauda à criatividade. Traduzi (sem muito compromisso com fidelidade, não sou tradutora) para compartilhá-lo por aqui.

Inspira.

Permita que os acontecimentos te transformem Você tem que estar disposto a crescer. Crescer é diferente de algo acontecer a você. Você o produz. Você o vivencia. Pré-requisitos para o crescimento: estar aberto aos acontecimentos e permitir que eles te transformem.

Esqueça o bom Bom é o que é conhecido. Bom é o que todos nós concordamos. O crescimento não é necessariamente bom. Crescimento é a exploração de obscuridades que podem ou não comprometer nossa busca. Enquanto estiver apegado ao bom, você nunca terá um crescimento real.

O processo é mais importante do que o resultado Quando o resultado conduz o processo, ficamos limitados a ir apenas até onde já estivemos. Se o processo conduz o resultado, podemos não saber para onde estamos indo, mas certamente queremos estar lá.

Ame seus experimentos (como se fosse um patinho feio) Alegria é o motor do crescimento. Explore a liberdade de enriquecer seu trabalho com belas experiências, interações, tentativas, ensaios e erros. Pense a longo prazo e divirta-se com os erros diários.

Vá fundo Quanto mais fundo você for, mais provável que você descubra algo muito valioso.

Colecione respostas erradas A resposta errada é a resposta certa em busca de uma questão diferente. Colete respostas erradas como parte do processo. Faça perguntas diferentes.

Estude Um estúdio é um lugar de estudo. Use a necessidade de produção como uma desculpa para estudar. Todos vão se beneficiar.

À deriva Permita-se a vagar sem rumo. Explore adjacências, permita que lhe falte o juízo, adie as críticas.

Comece em qualquer lugar John Cage nos diz que não saber por onde começar é uma forma comum de paralisia. Seu conselho: comece em qualquer lugar.

Todo mundo é um líder O crescimento acontece. Sempre que isso acontecer, deixe-o surgir. Aprenda a segui-lo quando isso fizer sentido. Deixe qualquer um liderar.

Colha ideias Edite aplicações. Ideias precisam de um ambiente dinâmico, fluido e generoso para sustentá-las. Aplicações, por outro lado, beneficiam-se de rigor crítico. Produza uma elevada taxa de ideias para aplicações.

Mantenha-se em movimento O mercado e suas operações tem uma tendência a reforçar o sucesso. Resista. Permita o fracasso e a migração como partes de sua prática.

Vá mais devagar Dessincronize-se dos prazos normais e oportunidades surpreendentes podem se apresentar.

Não seja cool Cool é o medo conservador vestido de preto. Liberte-se deste tipo de limites.

Faça perguntas idiotas O crescimento é alimentado pelo desejo e pela inocência. Avaliar a resposta não é a questão. Imagine-se aprendendo durante toda a sua vida no ritmo de uma criança.

Colabore O espaço entre pessoas que trabalham juntas é cheio de conflitos, atritos, alegrias, prazeres e um vasto potencial criativo.

____________________ Intencionalmente deixado em branco. Dê espaço para as ideias que você ainda não teve e para as ideias dos outros.

Fique acordado até tarde Coisas estranhas acontecem quando você vai longe demais, fica acordado até tarde, trabalha muito duro ou está separado do resto do mundo.

Trabalhe a metáfora Cada objeto tem a capacidade de representar algo diferente do que aparentemente é. Trabalhe na sua representação.

Tenha cuidado ao assumir riscos Tempo é genético. O hoje é filho do ontem e pai do amanhã. O trabalho que você produz hoje definirá o seu futuro.

Repita-se Se você gosta, faça novamente. Se você não gosta, faça também.

Faça suas próprias ferramentas Misture suas ferramentas e construa coisas únicas. Até mesmo as ferramentas mais simples podem produzir caminhos completamente novos a serem explorados. Lembre-se que as ferramentas ampliam nossas capacidades, de forma que até um pequeno instrumento pode fazer uma grande diferença.

Apoie-se sobre os ombros de alguém Você pode viajar mais longe levado pelas conquistas daqueles que vieram antes de você. E a vista é muito melhor.

Evite softwares O problema com os softwares é que todo mundo os têm.

Não limpe sua mesa Você pode encontrar alguma coisa amanhã de manhã que você não encontrou esta noite.

Não participe de competições por prêmios Só não o faça. Não é legal.

Leia apenas as páginas à esquerda Marshall McLuhan fez isso. Diminuindo a quantidade de informação, deixamos espaço para o que ele chamou de nosso "noodle" (ou massa).

Invente novas palavras Expanda o léxico. Novas condições exigem uma nova maneira de pensar. O pensamento exige novas formas de expressão. A expressão gera novas condições.

Pense com sua cabeça Esqueça a tecnologia. A criatividade não é dependente do dispositivo.

Organização = Liberdade As verdadeiras inovações no design, ou qualquer outro campo, acontecem em um contexto. Esse contexto é geralmente alguma forma de empresa gerida de forma cooperativa. Frank Gehry, por exemplo, só foi capaz de criar o Bilbao porque seu estúdio pode respeitar o orçamento. O mito de uma divisão entre "os criativos" e "os de terno" é o que Leonard Cohen chama de "artefato charmoso do passado."

Não empreste dinheiro Mais uma vez, o conselho de Frank Gehry. Ao manter o controle financeiro, mantemos o controle criativo. Não é exatamente uma ciência espacial, mas é surpreendente difícil manter essa disciplina. E muitos falharam.

Ouça com atenção Cada colaborador que entra na nossa órbita traz com ele um mundo mais estranho e complexo do que poderíamos imaginar. Ao ouvir os detalhes e a sutileza de suas necessidades, desejos ou ambições, nós trazemos seu mundo para o nosso. Nenhuma das partes será a mesma.

Saia a campo O mundo é maior que o seu aparelho de TV ou a Internet, ou mesmo que um ambiente simulado graficamente, totalmente imersivo, interativo, renderizado, orientado a objetos e operando em tempo real.

Erre mais rápido Esta não é a minha idéia, eu peguei emprestado. Acho que ela pertence a Andy Grove.

Imite Não tenha vergonha. Tente chegar o mais próximo que puder. Você nunca fará idêntico e a diferença pode valer mesmo a pena. Basta olharmos para Richard Hamilton e sua versão do grande vidro de Marcel Duchamp para ver o como a imitação é rica, desacreditada e subutilizada como técnica.

Scat Quando você esquecer as palavras, faça o que Ella fez: torne-se outra coisa ... sem palavras.

Quebre, estique, dobre, esmague

Explore a outra ponta Uma grande liberdade existe quando evitamos andar com o pacote tecnológico. Não podemos encontrar a outra ponta porque pisamos nela. Tente usar equipamentos antigos e tecnologia obsoleta por um ciclo econômico, mas rico em potencial.

Pausas para o café, passeios de táxi, salas verdes O crescimento real muitas vezes acontece do lado de fora de onde pretendemos que ele aconteça, nos espaços intersticiais - o que Dr. Seuss chama de "o lugar de espera." Hans Ulrich Obrist uma vez organizou uma conferência de ciência e arte, com toda a infraestrutura de uma conferência - as festas, bate-papos, almoços, chegadas do aeroporto - mas sem conferência de verdade. Aparentemente, foi um enorme sucesso e gerou muitas colaborações em andamento.

Evite cercas Pule as cercas. Fronteiras disciplinares e regimes regulatórios são tentativas de controlar a feroz vida criativa. Frequentemente são esforços para ordenar os múltiplos e complexos processos evolutivos. Nosso trabalho é pular as cercas e cruzar os campos.

Ria As pessoas que visitam o estúdio costumam comentar sobre o quanto nós rimos. Desde que eu me tornei ciente disso, uso como um termômetro de quão confortavelmente estamos nos expressando.

Lembre-se O crescimento só é possível como um produto da história. Sem memória, inovação é apenas novidade. A história dá a direção do crescimento. A memória nunca é perfeita. Toda memória é uma imagem degradada ou uma combinação de momentos ou eventos anteriores. Isso é o que nos faz cientes de sua qualidade enquanto passado, e não presente. Isso significa que cada memória é nova, uma construção parcial, diferente da sua fonte, e, dessa maneira, um potencial para o crescimento em si.

Poder para o povo O jogo só pode acontecer quando as pessoas sentem que têm o controle sobre suas vidas. Nós não podemos ser agentes da liberdade se não formos livres.

Inspira.


Cátia Andressa da Silva

Fala muitos palavrões, os amigos dizem que é indecente, mas também a chamam de feminista, de nerd, dizem que é inteligente e essas coisas todas e tal… Estudou história e ciências sociais e já fez cursos de culinária e maquiagem de circo. Trabalha blogando e com o que chamam por aí de Social Media. Rouba canetas e coleciona afetos..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/design// //Cátia Andressa da Silva