Carolina Carettin

É jornalista, interessada em cultura. Tira algumas fotos de vez em quando.

Os 75 anos de 'O Mágico de Oz'

Protagonizado pela eterna Judy Garland, o clássico do cinema completa 75 anos e ganha uma homenagem no Oscar.


Sem título.jpg

Em 2014, o clássico “O Mágico de Oz”, dirigido por Victor Fleming, completa 75 anos de seu lançamento que serão comemorados na cerimônia da entrega do Oscar no dia 2 de março. Protagonizado por Judy Garland, o filme foi indicado em seis categorias da premiação em 1939, ganhando como melhor trilha sonora original e melhor música original. Na categoria de melhor filme, perdeu para outro clássico: “E o Vento Levou”.

Com orçamento de 2,7 milhões de dólares, o longa arrecadou 3 milhões em seu primeiro lançamento nos cinemas quando o público pôde conhecer a história de Dorothy Gale, uma garota que vive no Kansas com seus tios Henry (Charley Grapewin) e Em (Clara Blandick) e seu cãozinho Totó.

Wizard of Oz.jpg

Um tornado leva Dorothy até a Terra de Oz. Sua casa cai em cima da Bruxa Má do Leste, o que atrai a atenção dos munchkins, os moradores do local. Dorothy e Totó recebem a ajuda de Glinda, a Bruxa Boa do Sul, que os guia pela estrada dos tijolos amarelos, a qual os levaria até o Mágico de Oz que os ajudaria a voltar para casa.

Produção e curiosidades

O processo de produção do filme foi conturbado. Depois do trabalho insatisfatório de Richard Thorpe como diretor, George Cukor foi contratado como diretor temporário, sendo substituído mais tarde por Victor Fleming. Logo após assumir a direção, Fleming teve de abandoná-la após ser chamado para dirigir “E o Vento Levou”, filme que competiu com “O Mágico de Oz” no Oscar. As cenas restantes eram em preto e branco e ficaram por conta de King Vidor.

The-Wizard-Of-Oz-classic-movies-356865_703_576.jpg

A produção ainda teve alguns imprevistos com os atores. Ray Bolger interpretaria o Homem de Lata, mas acabou dando vida ao Espantalho. Com isso, o ator Buddy Ebsen, inicialmente o Espantalho, teve de desistir do filme após sofrer com uma alergia provocada pela roupa de alumínio do Homem de Lata. Foi quando Jack Haley apareceu para interpretar o papel.

Um leão foi cogitado para ser o Leão Covarde, antes de escalarem Bert Lahr para o papel. Com uma maquiagem elaborada que poderia se desfazer facilmente, o ator se alimentou de sopas de milkshakes em boa parte das filmagens.

História

A história da menina Dorothy foi escrita pelo norte-americano L. Frank Baum. O nome da protagonista é uma homenagem à Dorothy Louise Gage, sobrinha do escritor, que morreu apenas cinco meses depois de seu nascimento.

wizard3.jpeg

O livro foi publicado no início do século XX, em 1901, e apenas dois anos depois, o escritor juntou-se ao ilustrador da obra, Denslow, ao compositor Paul Tietjens e ao diretor Julian Mitchell para produzir a versão musical do livro. Baum escreveu mais 13 livros baseados nas paisagens e no povo de Oz.

Confira o site oficial do filme.


Carolina Carettin

É jornalista, interessada em cultura. Tira algumas fotos de vez em quando..
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/cinema// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Carolina Carettin