de dentro da cartola

Entre um sacudir e outro: a palavra

Giseli Betsy

Meu instrumento é a palavra. Minha maior motivação é o desafio.

  • happy.jpg
    Demorou pra ser e agora não será mais

    É verdade que dizem que o silêncio muitas vezes é melhor que qualquer palavra, ela já leu sobre isso em alguns textos, mas só quem está sufocado por um pensar inquietante é que sabe o quanto falar pode ser libertador. Em algumas pessoas dizer o que sente faz parte de suas necessidades mais íntimas.

  • claw2.jpg
    Waclaw Wantuch: O nu feminino como esculturas depuradas

    Ousar ao fotografar o nu não é fácil, tem-se que saber jogar com as texturas da pele, com a luz, com as formas do corpo humano e, especialmente ter cuidado ao aproximar-se das conotações eróticas implícita neste tipo de Arte. A fotografia sensível e abstrata de Waclaw Wantuch reflete exatamente isto, exibindo o que há de mais belo no nu feminino com um jogo de luz e sombra.

  • sophia4.jpg
    Um bem definitivo: Sophia de Mello Breyner Andresen

    Seus poemas são bem intencionados, nota-se em sua poesia que o bom e o belo difundem-se. A ética sempre esteve presente em sua obra, relacionado a sua atitude diante do mundo. Apreciadora da natureza lugar no qual encontra inspiração para construir um universo mais harmonioso. Não conseguia outra maneira de viver senão com o mar, a luz, rios, flores e jardins, coisas tão importantes para ela. E assim marca a historia e a cultura contemporânea portuguesa.

  • Jean7.jpg
    Jean Jullien: a ironia das relações humanas na era digital

    Em tempos de tecnologia muito se tem falado a respeito, até onde é saudável nossos vícios e dependência da mesma? Jean Jullien usa de observações do dia a dia como inspiração em suas caricaturas da sociedade. Sendo um dos artistas gráficos mais renomados da França, tem chamado a atenção com suas críticas sobre a sociedade digital de hoje e o uso excessivo das redes sociais. Com suas ilustrações irônicas conseguiu arrebatar muitos seguidores, mostrando a era digital e seus erros, sutilmente.

  • NIger.jpg
    José Mauro de Vasconcelos : Muito além do meu pé de laranja lima

    Dotado de imaginação poética, grande habilidade para contar histórias e uma vasta experiência de vida, José Mauro de Vasconcelos não ambicionou ser escritor, foi obrigado a sê-lo. Seus romances Já não cabiam dentro dele, tiveram que sair, alcançando a liberdade, para nosso deleite. O autor precisava contar histórias, deixar suas emoções fluírem e assim nos fazer viver aventuras oníricas e muitas vezes inocentes, mas capazes de trazer reflexões sobre a vida, a morte e amizades. E assim aos 22 anos de idade, iniciou sua produção literária com o livro “Banana Brava”.

  • Panteón de Juda.jpg
    Félix Labisse: Erotismo, fantasia, ritual e crítica religiosa

    Logo à primeira vista podemos ver cores surpreendentes, e formas redondas impecáveis. Félix Labisse, mistura perfeitamente o surrealismo com a temática religiosa, erotismo e critica social. Em suas obras encontram-se também sexualidade e mitologia. Suas criações são um retrato de obsessões pessoais, animais, insetos bizarros, cenas sexuais e mulheres azuis.

  • Pastinha_bimba.jpg
    A arte e poesia versada da Capoeira

    A Capoeira é uma demonstração de conhecimentos ancestrais e populares, que são difundidos por meio de suas cantigas, mitos e fundamentos. Ela traz como tema de seus versos, ou de seus contos rimados, personagens como Patinha, Bimba, Besouro, Zumbi, dentre outros. A Capoeira é uma manifestação artístico-cultural que abrange o universo da dança, da música, da literatura e da arte marcial. Brincadeira mandingueira que revela em si suas indiscutíveis origens africanas.

  • imagesNYNHSBC6.jpg
    Da euforia à melancolia em um click

    Para viver em comunidade é preciso se desprender do individualismo, reconhecer que o sujeito é um ser social e tem intrínseca a necessidade de relacionamento. A chamada relação interpessoal promove trocas de informações de acordo com a bagagem cultural associada à educação, história de vida e afabilidade. As redes de relacionamentos trazem duas direções: primeiro, unindo as pessoas ao transmitir informações que chegam cada vez mais rápido pela internet. Segundo, abre contradições, onde as pessoas vão perdendo o contato social, ou seja, ganham em quantidade e perdem em qualidade.

  • fgi.jpg
    It-boy-girl, androginia e o que mais?

    Não é uma questão de explicar que a androginia é diferente de hermafroditismo e homoafetividade, categorias homem/mulher e masculino/feminino não são estáveis – elas são tão fixas quanto um corte de cabelo. Andróginos existem para nos mostrar o quanto podemos errar quando rotulamos pelo que é visível, já que suas características físicas nos levam a duvidar de nossa capacidade de classificação.

  • todos.jpg
    VIDA LOKA (PARTE 25 ANOS) - RACIONAIS MC’s

    Este ano Mano Brown e seus parceiros do Racionais MC’s estarão em várias cidades brasileiras fazendo shows em comemoração aos 25 anos do Racionais , anos esses dignos de celebração, por tudo que eles representam, por terem dado voz e rosto a uma parte da população que estava invisível e, entre tantas conquistas, colocaram o rap no quadro da música brasileira. O impacto provocado na mídia, pessoas e afins por eles é indiscutível e vai repercutir por muitos anos ainda.

  • Pallas15.jpg
    O mundo (nem tão) encantado de Marwane Pallas

    Marwane Pallas trata de forma provocativa e perturbadora situações que temos no cotidiano e consideramos normal. Suas imagens causam certo desconforto, quase beirando a náusea. Uma mistura de colorido e sonho com uma beleza singular. Apresentando um cenário lúdico com expressões poéticas e impactantes que levam a reflexão.

  • Dixie3.jpg
    Dixie Chicks e a tal liberdade de expressão

    Dixie Chicks eram pouco conhecidas fora dos Estados Unidos, o trio texano de música country ficou mundialmente famoso não por sua música, mas por protagonizar um escândalo. Em um show realizado em Londres, a vocalista da banda, Natalie Maines, ao discursar contra a invasão norte-americana do Iraque, afirmou que sentia vergonha de o presidente George W. Bush também ser do Texas.

  • jornal.jpg
    Charles Bukowski: puro e sem gelo

    Um anti-herói etílico. Há exatos vinte anos após a sua morte, o “dirty old man” (em tradução livre, “velho tarado”) já não é um autor conhecido apenas entre os apreciadores da literatura marginal, mas um escritor amplamente consagrado, objeto de estudos críticos e traduzido nos principais idiomas do mundo.

  • Pawel16.jpg
    Imagens inquietantes e sarcásticas sobre as contradições humanas

    Com uma crítica cruel, penetrante e inteligente, as obras de Pawel Kuczynski são um convite para nos fazer refletir sobre assuntos sérios e atuais. Seus desenhos nos trazem mensagens, reflexões, denuncias e críticas. Afinal não é esta a principal função da arte?

  • Olivier10.jpg
    Olivier Valsecchi: Surpreendentes imagens de corpos nus com cinzas

    A fotografia é uma arte capaz de manifestar sentimentos e provocar reflexões. É o caso desta série “I am dust” do fotografo parisiense Olivier Valsecchi, onde não só é possível admirar as belas imagens de corpos nus banhados em cinzas, mas também meditar sobre nascimento, vida, morte e renascimento. Imagens onde os corpos são apenas superfícies para transmitir luz e pó, pois estes mesmos parecem praticamente sem vida, algo meio abstrato.