descortinada

Os olhos do moço bonito me avistaram daqui

Maria Gabriela Verediano

Libriana com ascendente em sagitário, Maria é das Letras. Ora Maria bonita, ora Maria Madalena. Dramática e cinematográfica, às vezes, acredita que o enredo da sua vida saiu de uma novela mexicana.

O esporte dos dias ruins

Um tênis, um par de meias e fones de ouvido são ideais para um ponto de partida.


corrida1.jpg

Cabeça cheia. Expectativas frustradas. Grandes sonhos e você sem saber por onde começar para alcançá-los. Você quer fugir, quer mudar de cidade, de emprego, de estilo de roupa, mas todos os dias se levanta para bater o cartão na empresa. Você precisa trabalhar. Afinal, os sonhos não pagam as contas. Você não suporta a rotina massacrante, mas ainda está preso nela.

O esporte perfeito para os dias ruins é correr. Um tênis, um par de meias e fones de ouvido são ideais para um ponto de partida. Você, o solo e seus pensamentos. Toda vontade de fugir se concentra nos músculos da perna contraídos. No impacto do solo nos pés. Seu corpo responde à atividade, aguenta firme e diz que você também precisa ser forte. Poucas foram as vezes que o corpo não teve anticorpos o suficiente para defender o organismo. Os primeiros 300 metros são para exorcizar a dor. Expulsá-la no suor, na marra, a força.

A cada pisada, você precisa jogar todas as histórias no ar para depois organizá-las, uma a uma. Um tênis é tudo que você precisa para ir a qualquer lugar. É difícil acreditar nisso quando as coisas desmoronam ao seu redor, quando você perde a fé em você mesmo, quando você acha que já jogou todas as cartas e não ganhou o jogo. Game over. Corra, corra 300 metros, 500 metros, um quilômetro. Corra para bem longe. Fuja para as colinas. Mas volte. Volte para buscar o que é seu de direito. Volte para conquistar cada desejo, cada meta.

A vida não é fácil. Vencedor não é um status para desistentes. Não entregue os pontos nos primeiros metros. Não se entregue nunca. É preciso ir muito longe para chegar onde se quer. Corra. Corra muito. E lembre-se: Um tênis é tudo que você precisa para chegar a qualquer lugar.

correr-4.jpg


Maria Gabriela Verediano

Libriana com ascendente em sagitário, Maria é das Letras. Ora Maria bonita, ora Maria Madalena. Dramática e cinematográfica, às vezes, acredita que o enredo da sua vida saiu de uma novela mexicana..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Maria Gabriela Verediano