descortinada

Os olhos do moço bonito me avistaram daqui

Maria Gabriela Verediano

Libriana com ascendente em sagitário, Maria é das Letras. Ora Maria bonita, ora Maria Madalena. Dramática e cinematográfica, às vezes, acredita que o enredo da sua vida saiu de uma novela mexicana.

Eu e eu mesma: Um belo par

É claro que temos bons amigos, não há nada de errado com a companhia deles, nem com os amores efêmeros. É que, às vezes, fica difícil competir, somos mesmo, um belo par de pernas.


5ebe37a3abd8219c1d3370ecaac656da.jpg

Eu e eu mesma diante do espelho, estávamos olhando as curvas do meu quadril. Eu e eu mesma chegamos à conclusão de que temos um belo par de pernas. E temos mesmo. Pernas-pra-que-te-quero e vamos a qualquer lugar. Lá fomos nós, para debaixo do chuveiro e água caiu solene, terapêutica. Marcamos um cineminha para nós duas. Menos maquiagem do que o costume, afinal, não há mais ninguém para impressionar. Nem precisamos. Só não dispensamos o batom escarlate, porque, o que é bonito é para se mostrar. Pernas-pra-que-te-quero, mas sem pressa, porque não há mais ninguém esperando. Lá vem o vento subir a barra do vestido, lá vem o vento bagunçar o cabelo. Ah, deixa!

Estar exatamente onde se quer estar e estar confortável com isso. Chame o garçom, moça-da-boca-escarlate, peça seu prato favorito e sua bebida favorita. Coma, beba, levante o braço sutilmente sinalizando que quer ir embora, pague a conta com seu dinheiro, sem o constrangimento de ferir o ego de ninguém, sem a insistente discussão do "deixa que eu pago".

Esse é o nosso momento. Você, a poltrona e um enorme telão. Nós queríamos assistir a esse filme há tanto tempo, não é, querida? Não sabemos se pensamos na própria vida, na história da personagem ou na visão da diretora. É tudo um fazer-se-ia-fazendo. É claro que temos bons amigos, não há nada de errado com a companhia deles, nem com os amores efêmeros. É que, às vezes, fica difícil competir, somos mesmo, um belo par de pernas.

Pernas-pra-que-te-quero, é hora de ir para casa estrear o sabonete artesanal de arruda e sal grosso. A água tamborila no corpo e agora nós temos um ótimo cheiro de ervas. Gosto de ouvir as palavras cantadas em espanhol e danço ao som de Tuyo antes de deitar. Pernas-pra-que-te-quero, é hora de descansar.

Soy el fuego que arde tu piel.Soy el agua que mata tu sed. El castillo, la torre yo soy la espada que guarda el caudal.Tu el aire que respiro yo y la luz de la luna en el mar. La garganta que ansio mojar que temo ahorgar de amor.

¿Y cuales deseos me vas a dar?

Dices tu: Mi tesoro basta con mirarlo Y tuyo será, y tuyo será


Maria Gabriela Verediano

Libriana com ascendente em sagitário, Maria é das Letras. Ora Maria bonita, ora Maria Madalena. Dramática e cinematográfica, às vezes, acredita que o enredo da sua vida saiu de uma novela mexicana..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Maria Gabriela Verediano
Site Meter