descortinada

Os olhos do moço bonito me avistaram daqui

Maria Gabriela Verediano

Libriana com ascendente em sagitário, Maria é das Letras. Ora Maria bonita, ora Maria Madalena. Dramática e cinematográfica, às vezes, acredita que o enredo da sua vida saiu de uma novela mexicana.

Estampa de escravos: Por que não?

Precisamos falar sobre esse "produto".


FARM_6.png

Depois de Maria Filó, a FARM resolveu seguir a tendência, apesar de toda crítica negativa sobre o produto da primeira mencionada. Em que planeta essa galera de produção vive? Não basta a indústria da moda lucrar com trabalho escravo literalmente (assistam The True Cost - disponível no Netflix), ainda resgatam a história de sofrimento e escravidão de um povo que representa 53,6% da população brasileira. Embora seja metade da população, não representa a metade da sua clientela, muito menos metade dos cargos ocupados na empresa. E ainda tem gente que tem a pachorra de dizer que os negros deveriam "tirar a mágoa do coração" e "deixar o passado para trás". Vamos lá, me diz como? Faça uma pesquisa rápida no google e veja quantos desses 53,6% da população negra concluiu o ensino médio, graduação, mestrado e doutorado. Quantos ocupam cargos políticos ou cargos executivos de chefia em grandes empresas. Já viu o índices de feminicídio das mulheres negras? Ainda estamos discutindo a falta de humanidade de determinadas empresas em continuar tratando a história do negro como produto. Estamos muito longe de deixar ''essa história para trás". "Não entendo porque se ofendem": você compraria uma camisa com a estampa de judeus no campo de concentração? Meu deeeeeus, que horroooor. Voilà! Percebe a sua indignação seletiva? Estamos falando de pessoas que foram escravizadas! Que foram objetificadas e desumanizadas por 400 anos. Homens, mulheres e crianças que foram vendidos, torturados, explorados fisicamente, psicologicamente, tiveram sua cultura demonizada, sofreram um processo de aculturação violento, perseguidos, e abandonados após abolição da escravatura, para em pleno século XXI, uma loja resgatar toda uma história de violência de um povo a fim de representá-lo através de um PRODUTO e LUCRAR com isso. Parece que sofremos de uma síndrome de Dory às avessas: não sofremos de perda de memória recente, sofremos de perda de memória dos tempos mais remotos. Se você ainda não entendeu o porquê dessa estampa estar atrasada 126 anos, não te falta informação, te falta empatia ou memória.

"Viver sem conhecer o passado é andar no escuro" - Uma história de amor e fúria


Maria Gabriela Verediano

Libriana com ascendente em sagitário, Maria é das Letras. Ora Maria bonita, ora Maria Madalena. Dramática e cinematográfica, às vezes, acredita que o enredo da sua vida saiu de uma novela mexicana..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// //Maria Gabriela Verediano