LC

Mistura de diversas belezas rendeu a estranheza do meu ser... Duas partes estranhas de conhecidos desconhecidos que se tornou uma... Sou milhões de células que em breve deixarão de existir mas eu continuarei a ser LC

Mulheres de Chico ou Chico Mulher

Chico Buarque, sorriso aberto, gargalhada barulhenta e jeito tímido, afirma preferir olhar a ser olhado. De tanto olhar deve ter encontrado um atalho imaginário para a alma feminina, e após avançadas pesquisas saiu por aí descrevendo as que existiram e outras tantas que só habitam sua mente. Mas todas estão dentro de nós, algumas a se debater e Chico as liberta chamando para encarnar suas Ninas, Beatrizes, Barbaras, Anas e Carolinas.


marieta-severo_f_003.jpgHá um bloco de carnaval chamado Mulheres de Chico, mas esse é um dos resultados de sua obra pulando pelas ruas cariocas. E de onde vem esse sentimento apaixonado e saltitante?

Em meio a Marias, Anas, Heloísas, Marietas, depois entre Luisas, Silvias, Helenas e Thaises, surgiram coisas da mente, das mãos, do coração e do violão de Chico Buarque que ainda encantam, falando como mulher, falando de mulher.

Com açúcar e com afeto Chico nos marcou como Tatuagem. Através de seu Cotidiano, Esse Cara Sem Fantasia fez uma Feijoada Completa com Cecilia, Nina, Renata Maria, Teresinha, Joana Francesa, todas juntas com As Mulheres de Antenas e serviu nossa mesa com direito a Olhos nos Olhos.

O talento de se vestir de outro e escrever músicas sobre realidades diferentes é nato, assim ele passou de operário a travesti sem dificuldade alguma. Mas para começar a falar como mulher precisou um pedido, e para Nara Leão fez sua primeira investida no universo feminino.

Com Açúcar, Com Afeto, em 1966. Gravada por Nara teve seu sucesso, já ele ao colocar em seu disco seguinte causou polêmica ao declarar que não poderia cantá-la por “motivos óbvios”. Difícil imaginar Chico dizendo algo machista, mas DISSE. Talvez isso o tenha marcado de alguma forma especial fazendo surgir outras tantas canções femininas para nos alegrar. E essa estreia açucarada virou até comercial de bombom. Esse povo de marketing não perde nada mesmo.

Em Teresinha, ele viaja no processo de amar da mulher. Sendo o amor ilógico ele navega no sentimento de como chegar até ele. A paixão aproveita da fragilidade, mas pode não durar diante do medo. Com elogios consegue ultrapassar facilmente as barreiras desfeitas pela fragilidade, mas se a troca não rolar TCHAU. Já o amor chega mansinho e vigoroso, e antes de dizer NÃO se instala.

Mulheres de Atenas, uma música feminista na época mal interpretada pelas próprias, porque ser cínico não é de todo fácil. A submissão daquelas mulheres é tudo que uma mulher não pode viver. Chico retrata suas rotinas numa cadência que nos faz enxergar suas vidas sofredoras. Canta “Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas” que pode se completado nas entrelinhas “Não seja como aquelas mulheres de Atenas”, isso dito em 1976...

Olhos nos Olhos é aquele tapa na cara, ou como ele mesmo disse, a punhalada, dado naquele fulano que abandonou uma mulher que pode sim ser feliz em sua nova vida, sozinha ou acompanhada de outros capazes de amar bem mais e melhor. Uma canção libertadora que se algum dia alguém fizer uma versão rock ou heavy metal vai ter muita mulher berrando e chacoalhando a cabeça com prazer.

Se eu soubesse... ai ai... nessa a Teresinha pensa que poderia ter escapado do amor, mas só fica no “se”, afinal quem resiste aos olhos e sorrisos dele?

Isso é um pouco de Chico e suas mulheres, fácil encontrar muitas delas pela carreira deste espetacular cantor, compositor e escritor brasileiro. Difícil é não querer saber um pouco mais sobre quem são e de onde vêm essas mulheres de quem acabamos ficando tão íntimos. Nesse desejo há quem fantasie, e crie até mais amores para ele que se diz apenas um vouyer diante das mulheres.


LC

Mistura de diversas belezas rendeu a estranheza do meu ser... Duas partes estranhas de conhecidos desconhecidos que se tornou uma... Sou milhões de células que em breve deixarão de existir mas eu continuarei a ser LC.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/música// @destaque, @obvious //LC