distração planejada

Entretenimento direcionado para preencher a mente

celiosg

Nada deu certo, me tornei escritor de histórias desconhecidas.

A Arte Thrash Metal de Ed Repka

Holocausto nuclear, retratos de um mundo pós-apocalíptico, alienígenas, monstros e políticos corruptos. Avisos ameaçadores do apocalipse iminente e terríveis visões de um futuro radioativo ou distópico são temas recorrentes em composições de bandas de Thrash Metal. Ed Repka se tornou referência máxima em ilustrações de capas deste sub-gênero do Heavy Metal.


No início da década de 80, a arte de Repka começou a se destacar inicialmente ao trabalhar para a gravadora Relativity Records, e então outros selos e bandas começaram a requisitar seus trabalhos. Composições de impacto, cores brilhantes e conteúdo agressivo. As temáticas do Thrash Metal se alinharam perfeitamente a sua predileção, surgida desde a infância, incentivada por histórias de horror e monstros. Sua influência para começar a desenhar veio de Frazetta, the Hildabrandt Brothers, artistas dos quadrinhos como Steve Ditko, Wally Wood, Jack Kirby e John Romitta, ilustradores como Boris, Michael Whelan, Basil Gogos, H.R. Geiger e James Bama. Qualquer um que retratasse o tipo de temática que o atraia.

ed repka king of thrash.jpg

A capa que o pôs em evidência na cena metálica foi Peace Sells do Megadeth, onde surgiu pela primeira vez o personagem Vic Rattlehead, que passou a ser a mascote da banda. A partir de então, vieram Nuclear Assault, Sanctuary, Massacre, Death, Defiance, Toxik, Toxic Holocaust, Necro, Merciless Death, Hexen e várias outras bandas. Apesar dos estilos extremos do metal o terem destacado no mundo das ilustrações, Repka não trabalha exclusivamente para estes estilos e confessa não ter o hábito de ouvir heavy metal tanto quanto seus trabalhos sugerem. "O que me atrai nessa área é o imaginário, atitude e liberdade para pintar imagens loucas." Nunca ouve as músicas ou lê as letras antes de preparar um novo trabalho para alguma banda, apenas o título do álbum ou algum conceito da banda para ajudar no processo. A criação de uma ilustração dura cerca de 4 semanas. Apaixonado por figuras de ação, Repka trabalha desde 2002 como diretor de arte na NECA, onde já desenhou figuras e bases para Hellraiser, Hallowen, Sexta-Feira 13, Freedy vs. Jason, Kill Bill e Piratas do Caribe.

“A Arte Thrash é basicamente sobre raiva e agressão. Isso é frequentemente direcionado para a sociedade e aos políticos. Então, a melhor forma de retratar o desgosto com os males da guerra e a corrupção dos políticos é mostrar seus resultados horríveis. O contexto da arte em um álbum serve como um duelo entre um aviso e uma celebração de desastres. Usando cores e composições agressivas e situações terríveis alusivas a caos e morte, a mensagem está claramente ilustrada.”

ed repka e vik.jpg

megadeth peace sells.jpg

megadeth rust in pieces.jpg

meagadeth holy wars.jpg

austrian death machine.jpg

Death_spiritual healing.jpg

eliminator.jpg

hexen.jpg

hyades.jpg

merciless death.jpg

necro.jpg

nuclear assault.jpg

sanctuary.jpg

suicidal angels.jpg

toxic holocaust.jpg

toxic.jpg

victims.jpg

wild.jpg

halloween.jpg

marsattacks6.jpg

marsattacks8.jpg


celiosg

Nada deu certo, me tornei escritor de histórias desconhecidas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Arte// @destaque, @obvious //celiosg