Lia Holanda

O que eu carrego de mais valioso em mim são as palavras, elas mudam suficientemente rápido para acompanhar meu ritmo interno.

Ô Sr. Timing traz uma cerveja bem gelada por favor!

Uma reflexão sobre timing, que ao meu ver é o que aproxima e afasta todas as relações.


tempo.jpg

Obsolência programada dos relacionamentos - check, laços vazios - check, acomodação- check. Essa lista seria infindável se fôssemos avaliar como estão os relacionamentos na atualidade, mas antes de cair em pré- julgamentos e discursos moralistas, eu quero falar de um tempo que nao se mede em relógios.

dente-de-leao2.jpg

Os amantes ao se envolverem, precisam de um determinado tempo para dizer certas palavras, alguns fazem até um cronograma mental do que pode ser dito em cada fase. Essa relação temporal está muito presente nos dias de hoje, a espontaneidade anda cada vez mais em desuso. Algumas pessoas se encontram por aí e não podem ficar juntas, mas não possuem nenhum fator concreto e palpável, portanto qual é o argumento que encontramos para que esses caminhos não se cruzem nem com uma rezadeira "perpendicularizadora" de caminhos intransigentes? O grandioso timing. As relações cada vez mais vão seguindo um roteiro, o pacote das primeiras vezes de tudo, o tempo pra poder colocar seu amor em palavras, as brigas e discussões, e isso é natural que aconteça, mas aqui quero refletir sobre os "não" relacionamentos, pessoas que se encontram em tempos impróprios de suas vidas, e não querem afastar um pouquinho para caber o outro.

Sincronia se cria com entrega, com amor e com o tempo não o tempo Chronos , mas a quantidade de tempo investido no que se almeja. No teatro o timing pode ser alguns ajustes que são feitos na fala, para dar um efeito dramático, mas drama mesmo se encontra na platéia, quando não nos implicamos em algo que gostaríamos de viver, por acreditar não ser o momento. Estamos perdendo a oportunidade de se surpreender com a vida, com aquilo que não segue um roteiro, com a sincronia que vem com o tempo, e não com a do tempo.

Pedras-em-Equilibrio.jpg

Os encontros são maravilhosos, as afinidades surgem, mas calma, vem aquele momento de epifania, não podemos ficar juntos, não é a hora, e qual seria a hora mais certa do que essa que está marcando no relógio das possibilidades? As vezes timing é desculpa, as vezes é falta de paixão e as vezes de coragem. O momento certo nunca pode ser diferente do que temos diante de nós, se acreditarmos nele. É melhor refletir sobre o que sinceramente nos faz paralisar naquela situação verdadeiramente. O timming nunca foi desculpa para os apaixonados, ignorar a razão por pelo menos uns segundos, sempre trouxe vida aos corações mais inflexíveis e entristecidos.

Não quero me estender muito, mas acho que se lançar em desafios e emoções imprevisíveis, conta bem mais que o timming. Não adianta culpar os astros, a natureza, a posição da lua ao nascer, ou o cosmos. Nós somos capazes de decidir o que queremos e não custa nada uma pitada de coragem, para virar a ampulheta do timing e controlar o nosso próprio destino, apostando em nossas escolhas, e novas escolhas.

equilibrio[1].jpg


Lia Holanda

O que eu carrego de mais valioso em mim são as palavras, elas mudam suficientemente rápido para acompanhar meu ritmo interno. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hp, @obvious, @obvious_escolha_editor //Lia Holanda