Viviane Mendes

22 anos. Estudante de Jornalismo. No mais, gosta de Literatura, Fotografia e Cinema.

Do lixo ao luxo

Análise crítica do filme “Lixo Extraordinário” sob a perspectiva do Belo de Kant.


DOC-_-Lixo-Extraordinário-_-Marat-Sebastiao-Waste-Land-HIGH-credito-Camila-Girardelli-600x766.jpg

O documentário “Lixo Extraordinário”, idealizado pelo artista plástico Vik Muniz, discorre sobre os catadores de lixo que trabalhavam no maior aterro da América Latina chamado Jardim Gamacho, localizado no Rio de Janeiro.

Inicialmente, o objetivo do artista consistia em mudar a vida de um grupo de pessoas com o mesmo material que lidavam no seu dia a dia. A partir daí, passou a acompanhar sua rotina e, através da fotografia, estabeleceu contatos que não se limitaram ao propósito artístico, mas evidenciaram aspectos relacionados à denúncia social e ambiental. No decorrer das filmagens, o artista conheceu pessoas que, apesar de sua condição de pobreza, transformam o lixo em arte.

lixo-extraordinario.png

Vik fotografou a forma como essas pessoas viviam e representavam. Ele não só recriou sua visão de mundo, como gerou uma mudança no íntimo e no aspecto financeiro dos mesmos, uma vez que o lucro gerado pelos quadros produzidos foi revertido para os catadores.

Sob a ótica kantiana, a beleza não é algo inerente ao objeto, e sim, construção da perspectiva de quem contempla e do sentimento que é gerado pelo mesmo, isto é, prazer ou desprazer.

É o juízo de gosto que define o belo e a não-belo do objeto e muda de acordo com o seu referencial. É possível associar tal ideia à construção do documentário, a partir das imagens do lixo recolhido do aterro e da confecção de fotos dos próprios coletores, o que evidencia a beleza dos materiais, outrora vistos apenas como simples objetos, isto é, a beleza de uma coisa não se liga à sua natureza, mas ao livre jogo de imaginação e do entendimento, que pode se produzir no âmbito da relação estética, independente da natureza do objeto.


Viviane Mendes

22 anos. Estudante de Jornalismo. No mais, gosta de Literatura, Fotografia e Cinema..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/cinema// @destaque, @obvious //Viviane Mendes