dona efêmera e dona perpétua

Um olhar sobre coisas que passam e que ficam.

Rosita Rose

No centro da noite, no meio de um sonho, num bate-papo. E não me bastam as palavras!

Cinema paradiso e a beleza da sétima arte, do beijo e da amizade

Um filme encantador, de Giuseppe Tornatore, que conta não só um pouco da história de amizade entre um garoto curioso e esperto e um projecionista com mais de 40 anos, mas da beleza e encanto do cinema. O filme é uma obra prima de 1988 e colecionou vários prêmios, dentre eles o Oscar de melhor filme estrangeiro, em 1990; o Globo de ouro e o Festival de Cannes.


alfredo e totó.jpg Alfredo e Totó adolescente.

Em Giancaldo, pequena cidade da Sicília, antes da chegada da televisão, Totó (Salvatore Cascio) se encanta pelo cinema local - o "Cinema Paradiso" e ali inicia uma divertida e bela amizade com Alfredo (Philippe Noiret), único projecionista do cinema. Curioso, Totó adora observar o trabalho do projecionista e desde então não esconde interesse em aprender todo o processo da projeção. Mesmo cansado da teimosia e persistência do menino, Alfredo, enfim, explica seu trabalho na prática, mas deseja e aconselha que o garoto busque uma profissão melhor.

cinemaparadiso.jpg Cartaz Cinema Paradiso.

O incêndio do Cinema Paradiso tem como consequência a cegueira de Alfredo, que depois de conseguir realizar a projeção de um filme nas paredes da praça, para que o público pudesse assisti-lo, é surpreendido pelo fogo. Totó, então, torna-se, ainda criança, o projecionista do Novo Cinema Paradiso.

cinema-paradiso-800-75.jpg Totó.

Já adolescente, Totó (Marco Leonardi), un bel ragazzo, vive o seu primeiro (e único) amor, com a linda Elena. O namoro não prossegue, mas Totó não a esquece e, já adulto e maduro (Jacques Perrin),passa a ter apenas mulheres em sua vida, mas não um amor como o de Elena.

totó e elena.jpg Totó e Elena.

Totó torna-se um cineasta de sucesso em Roma e, só depois de 30 anos, retorna a Giancaldo, para o funeral de seu amigo Alfredo. Lá, em meio tantas lembranças, ele presencia a demolição do Cinema Paradiso e recebe de presente uma maravilhosa projeção contendo cenas de tantos e variados beijos do cinema (cenas de beijos antes censuradas pelo Padre da Igreja onde ele foi Coroinha). É o presente de Alfredo para o seu amigo.

totó adulto.jpg Totó adulto(Jacques Perrin)

Trailer não oficial, mas com algumas belas cenas do filme.

Cinema Paradiso é um beijo no coração dos apaixonados por cinema, é a "sensação de paraíso" que a sétima arte nos proporciona por alguns instantes. E ainda tem a canção maravilhosa do grande maestro e compositor italiano Ennio Morricone, que fica levemente presa na memória, por longos dias depois de ver o filme.


Rosita Rose

No centro da noite, no meio de um sonho, num bate-papo. E não me bastam as palavras! .
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/cinema// @destaque, @obvious //Rosita Rose
Site Meter