doze

o nome de uma história comprida que não se explica em poucas palavras

mónica aresta

escrever simplesmente pelo prazer de juntar as palavras

M de mãe

A história de um amor que nasce e se sente aos poucos, como os amores que chegam de surpresa


976694_10200650061191604_2030390496_o.jpg


Gosto de ti.
Baixinho, como um segredo, ainda sem te conhecer.

Gosto-te nos movimentos que sinto e nos que adivinho.
Nos toques vagarosos e suaves com que me encantas e que me trazem,
aos olhos,
os sorrisos que há muito trago nos lábios.

Acho que já te amo. Devagar, num sopro.
Um e num pedaço feito de mim em ti, de um nós que me enlaça e encanta.

Chegaste de surpresa, como chegam as coisas que nos mudam por dentro.
Tiraste-me o chão, mas dás-me o céu.
Guardas-te e cresces-te em mim.

Por ti nascerei de novo, não mais eu-mãe mas eu mãe e mãe.
Serás filha, e irmã.
Juntarás ao amor que fizeste nascer e crescer o amor que trarás contigo,
nuns olhos cor de chumbo e numa pele que ainda não cheira a ser
mas que já sabe a desejo feito verdade.
 
Gosto de ti. Baixinho, como um segredo.
 
Ainda falta muito para te conhecer?
 


mónica aresta

escrever simplesmente pelo prazer de juntar as palavras.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //mónica aresta