doze

o nome de uma história comprida que não se explica em poucas palavras

mónica aresta

escrever simplesmente pelo prazer de juntar as palavras

cinco sentidos

O som das primeiras chuvas. O cheiro a terra molhada.
Beijo pedido ou roubado. A última bolacha do pacote.
Sorriso de criança feliz.


IMG_4738.JPG


Pés enterrados na areia.
Refúgio num ombro amigo.
Cama feita de lavado.
O primeiro mergulho do ano.
O toque do chuveiro na nuca.

O sorriso de quem se ama.
Nuvens preguiçantes de fim de tarde.
O sol a dizer adeus.

O cheiro a relva cortada.
Bolachas saídas do forno.
Cheiro a caderno novo.
Perfume de maçã madura.

Gargalhada de criança pequena.
Suspiro de homem velho.
O mar que vai-e-vem.

O doce do leite-creme.
Chocolate a derreter na boca.
A última bolacha do pacote.
Queijo e goiabada.

Fechar os olhos...

... a felicidade pequena e simples.


mónica aresta

escrever simplesmente pelo prazer de juntar as palavras.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //mónica aresta