Victor Silveira

Estudante de psicologia, que aspira Filosofia e Artes Visuais. Gosta de palavras assim como de silêncios. Costuma ser o intangível do que mostra ao vê-lo.

O corpo fala com a arte de: Patricia Costa

Um ciclo de entrega e de representatividade intimista da condição humana, pela via do corpo.

img_6295_edit.jpg

O corpo em diálogo, o poder do não-verbal. A revelação inconsciente desvelada pela tensão psicomotora e pelos gestos involuntários.  É por essa ótica que trago para ilustrar esse tema, a arte darepresentação corporal de Patrícia Costa. Paulista e psicóloga, apaixonada pelo mundo da fotografia. No qual se dedica com veemência, fazendo do seu corpo, um discurso precípuo da linguagem fotográfica. 

A projeção do eu, o desequilíbrio emocional, a latência do desejo, a parte obscura que através da arte se vê livre, e grita as mais variadas manifestações psicológicas pela via do corpo. E em cada instante onde a modelo disposta a dar de si para o ato criativo do fotógrafo, um momento aurático se rompe, a transformar a imagem, uma única de si mesma. Que toca e sensibiliza ao espectador, elevando-o ao domínio do corpo desenhado em cena.

Agora chega de palavras, e nos embriagamos ao domínio do que não pode ser dito. 

2_img_0742_p_s_9001.jpg

003_1peq_b.jpg005_1peq_b.jpg008_1peq_b (1).jpg004_1peq_b.jpg4144427675_402c1a4403_o.jpgimg_1925_s_900.jpg

As fotografias aqui mostradas foram feitas por seu namorado, o fotógrafo Fabio Stachi. O trabalho autoral de ambos coexiste em uma química única. Em um ciclo de entrega, onde ambos criam uma representatividade intimista da condição humana, nua e livre pra ser em si, sem estigmas sociais e moralistas, através da arte.

Você pode acompanhar mais o decurso do trabalho de Patrícia Costa em seu blog pessoal, um espaço de grande interação com o leitor, em formato de um “diário de bordo”, com depoimentos pessoais do ato de execução dos ensaios, bastidores, locações e suas histórias. 


Victor Silveira

Estudante de psicologia, que aspira Filosofia e Artes Visuais. Gosta de palavras assim como de silêncios. Costuma ser o intangível do que mostra ao vê-lo. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Fotografia// @destaque, @obvious, eros //Victor Silveira