encruzilhada

O encontro entre o admirável, o erudito e o simplesmente interessante

Sandro Marcos

Viciado em atenção e notívago inveterado, simplesmente não vive sem a multiplicidade de culturas e conteúdos! Multiplicidade esta que expressa através de incursões pelos mundos da música, poesia, literatura e do amor verdadeiro.

Posts da Encruzilhada no seu email: http://bit.ly/1h82eCv

Receio

Um poema um tanto triste, outro tanto sereno. Talvez nada de ambos... Decida-se!


sozinho1.jpg

Não que eu deseje a morte Não é mais que fascinação Imaginando se com alguma sorte Descansarei, ou se é ilusão

Pode ser que eu sirva aos corvos Mais que a esperança a mim Porém o que mais me estorva É não poder enxergar um fim

Para a chata imensidade fria Assim sendo talvez não sorria Com medo de ressuscitação

No seio da amada deito E sem parecer suspeito Respiro aliviação

Autor: Sandro Marcos


Sandro Marcos

Viciado em atenção e notívago inveterado, simplesmente não vive sem a multiplicidade de culturas e conteúdos! Multiplicidade esta que expressa através de incursões pelos mundos da música, poesia, literatura e do amor verdadeiro. Posts da Encruzilhada no seu email: http://bit.ly/1h82eCv.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Poesia// //Sandro Marcos