encruzilhada

O encontro entre o admirável, o erudito e o simplesmente interessante

Sandro Marcos

Viciado em atenção e notívago inveterado, simplesmente não vive sem a multiplicidade de culturas e conteúdos! Multiplicidade esta que expressa através de incursões pelos mundos da música, poesia, literatura e do amor verdadeiro.

Posts da Encruzilhada no seu email: http://bit.ly/1h82eCv

Sobre essência e mutabilidade

A essência de nosso ser pode estar num momento? Ou revela-se duarante a vida e se estabelece? Um poema de minha autoria que ousa divagar sobre isto...


lotus.jpg

Essência, ou somente um breve estado...

Quão inútil pode ser o conhecimento Imutabilidade vexatória que paira no meu ser sedento Quão aborrecido posso estar Sorrindo mesmo assim um sorriso sincero

Posso estar cansado e caminhar Ou até mesmo dormir um sono inquieto Nada significa muito, mas sem aparentar Tudo pode valer nada, apesar de enganar

Sensato posso ser ao perceber que nada sei Inconstante, chego a ter arroubos de falso saber É mesmo ínfimo o prazer pelo prazer Talvez mais chulo seja ter somente por ter

Contrario dogmas mas chego a impô-los a mim mesmo Estupefato fico diante do espelho Que, sofismador, parece às vezes elogiar-me e acariciar-me Em tantas outras chego a sentir seus açoites traduzindo verdades de minha alma

O navio não mais navega em mares profundos O pavio da bomba devastadora espera o fogo em meu coração Sem vestígios deste fogo a razão por vezes abandona-me Deixando rastros de embriaguez que inere-se definitivamente ao meu cérebro

Aumenta-se a confusão, melhora a sensação de perpétuo devaneio Uma loucura exarcebada que se atira ao meu peito despreparado O chão torna-se o mais alto dos montes que posso alcançar O que parece ruim é o sonho realizado enfim

Exulto perante a crença num perene estado mental Serena extravagância que permito-me expor Nada além de aparências que esmorecem ao primeiro olhar atento Mutável torno-me sem mesmo perceber minha contradição

É com prazer contido que deixo de preocupar-me Insisto na preparação de realidades embebidas em dor Enganando meus pensamentos Percebendo-me imutável enquanto paradoxalmente confuso...

Autor: Sandro Marcos


Sandro Marcos

Viciado em atenção e notívago inveterado, simplesmente não vive sem a multiplicidade de culturas e conteúdos! Multiplicidade esta que expressa através de incursões pelos mundos da música, poesia, literatura e do amor verdadeiro. Posts da Encruzilhada no seu email: http://bit.ly/1h82eCv.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/Poesia// //Sandro Marcos