Tais Cruz

É do interior. É tratante. É insólita. Abstrai pra sobreviver.

A prisão do beijo?


pé.jpg

Sinto com tristeza, com vontade de chorar, uma saudade que sei lá se tenho direito de estar.

O beijo aprisionado dentro de uma saudade grande. Saudade latente. Ah que saudade linda. Ah que prazer de saudade. Curto a angústia — ou a esperança — de estar com saudade. Guardo todos os pedacinhos dos beijos brilhosos e sonoros que quero te dar. Guardo com carinho uma sugestão de verso torto donde vai sair meu beijo. Com lentejo. Quiçá um abraço, um amasso. Um beijo. Que seja um laço em nossos braços pra que você não me solte. Sem desespero. Pode ser. Só hipótese.


Tais Cruz

É do interior. É tratante. É insólita. Abstrai pra sobreviver..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x2
Site Meter