ensimesmices

Se fico mudo, não mudo o que fica em mim

Paulo Zoppi

Contista bissexto, tem um punhado de escritos numa encadernação espiral. Ama Star Trek, cinema, leitura, jazz e Star Trek

  • Asian-Migrant-Crisis-v2.jpg
    Refugiando-se em Nosso Naufrágio Pessoal

    A recorrente tragédia humanitária das populações empurradas por conflitos, que se repete agora na crise dos refugiados sírios, é a expressão em grande escala do temor atávico que todos temos do Outro - medo no qual os agrupamentos sociais embasam tanto o estabelecimento de vínculos de pertencimento quanto a identificação de antagonistas em quem projetar o Mal. A solução passa, pois, por uma investigação e reforma de algumas das convicções mais centrais do Eu que se entoca atrás do arame farpado de nossa própria psicologia amedrontada.

  • Woody Allen - Boris Grushenko.jpg
    A Mensagem da Caixa Preta

    Somos capazes de conceber a própria inexistência? Afinal, em tudo em que pensamos, inserimo-nos a nós mesmos como observadores do que está sendo pensado. Além disso, pressionados pela contínua santificação midiática de uma juventude idealizada, rejeitamos o conceito da finitude antes mesmo de nos debruçarmos sobre ele. Aqui, algumas ideias sobre como lidamos com o envelhecimento, amparadas em um brevíssimo giro aleatório por certas abordagens cinematográficas dessa dança reticente que todos executamos com ela, a Indesejada das gentes.

  • Romulan_Commander_on_Enterprise_Viewer - Bem, Mal e Tudo o Que Há No Meio.jpg
    Bem, Mal e Tudo o Que Há no Meio

    Sobre duas séries de TV consideravelmente nerds que têm muito a dizer sobre temas morais complexos, evidenciando que a adoção de um modo de pensar aberto à dúvida e ao autoquestionamento é ferramenta que eleva o raciocínio acima do atoleiro dos lugares-comuns e das certezas prontas - indispensável, portanto, para tratar de tais temas como eles merecem.

  • Leonard-Nimoy-as-Spock.jpg
    De Todas as Almas

    O conjunto de referências éticas e humanas que o sr. Spock encarna amplifica o sentimento de perda causado pela morte de Leonard Nimoy, o ator que se confundia com o personagem e que de modo tão habilidoso o compôs. Aqui, reminiscências de uma das mais memoráveis criações da ficção homenageiam criador e criatura e expressam o agradecimento por um trabalho que não fez outra coisa senão inspirar-nos a ser melhores.

  • Um Duplo Bem Sentido - Thumbnail.jpg
    Um Duplo Bem Sentido – Solidão, Morte, Selfies e Uma Marmota

    Gêmeos, clones, reflexos distorcidos e projeções idealizadas... Do mito de Narciso às selfies da internet, a relação ambígua de medo e fascínio do ser humano com sua própria identidade e a sombra de sua finitude brotam continuamente no cinema e na literatura com variadas codificações e colorações, mas sempre sussurando a pergunta: quem ou que sou eu?

  • Blues, Tequila e um Carro Lá Fora - Thumbnail.jpg
    Blues, Tequila e um Carro Lá Fora

    Do lado de cá, um tratamento intensivo à base de blues afagando a alma; acolá, um motorista rude e seu tanque de guerra particular azucrinando a tarde do domingo pasmacento. No meio, uma oportunidade inesperada e fugidia de sentir-se irmanado até mesmo a quem lhe parecia o seu oposto.

  • sisifo.jpg
    Reductio Ad Absurdum

    Em época de festas, comilança e transações de permuta de presentes, uma leitura sobre suícidio e falta de sentido pode, acredite, ser bastante esclarecedora e até animadora.

Site Meter