entre a loucura e a razão

Por que para ser considerado normal, deve-se estar entre os extremos da racionalidade e insanidade.

Prescila Rizzardi

Uma leitora compulsiva, cinéfila por natureza e amante de todas as formas de arte

CONHECE GABRIELLE APLIN? GABRIELLE QUEM?

Não é de se espantar que a doce cantora de folk-pop britânica não conquistou o espaço merecido na indústria fonográfica, porém no território pseudo livre da internet seus vídeos podem ser encontrados e apreciados.


capa aplin.jpg Fonte: Imagem retirada da internet

Uma britânica nascida em 10 de outubro de 1992, que ao ganhar uma guitarra aos 11 anos de idade descobriu um talento musical admirável vindo a estudar música alguns anos depois, ganhou certa repercussão inicialmente no ano de 2008 com seus vídeos de covers de bandas como Paramore, You Me at Six, Katy Perry e Cee Lo Green.

Por sorte não demorou muito para que suas composições próprias ganhassem o merecido espaço em 2012, depois de assinar com a gravadora Parlophonem foram necessários poucos meses para que seu single please don't say you love me alcançasse a sexta posição das paradas britânicas, antes disso uma regravação da banda Frankie Goes to Hollywood 's da música The Power of Love chegou ao topo das paradas em dezembro de 2012.

Gabrielle Aplin foi uma grata surpresa para aqueles que esperavam uma mistura de pop, folk e indie e ao mesmo tempo uma voz doce e extasiante, algumas de suas influências são James Morrison e Damien Rice. Aplin já havia lançado três EPs independentes nos anos de 2010, 2011 e 2012 mas foi em maio de 2013 que seu primeiro álbum de grande repercussão foi lançado o English Rain.

Seu último single Salvation lançado também em dezembro de 2013 mostra aos fãs uma nova perspectiva de Aplin, é possível perceber a melancolia presente em suas outras músicas, mas de forma mais madura e profunda.

Conquistando seu espaço em países como Escócia, Irlanda e Austrália, infelizmente para nós brasileiros quando perguntamos se alguém conhece Gabrielle Aplin, na grande maioria das vezes a resposta ainda é Gabrielle, quem? Mas por sorte ainda é possível encontrar conteúdo de qualidade na internet, então usar a opção compartilhamento de vídeos é extremamente útil para disseminar a musicalidade. Se você chegou até esse ponto do texto e por ventura gostou de Gabrielle Aplin visite seu canal no You Tube, e seja envolvido por melodias doces e inebriantes, que devem ser apreciadas aos poucos assim como um bom vinho.


Prescila Rizzardi

Uma leitora compulsiva, cinéfila por natureza e amante de todas as formas de arte.
Saiba como escrever na obvious.
version 5/s/musica// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Prescila Rizzardi