Rafaela Werdan

Pare tudo que tiver que fazer às 17:30 e observe por 30 min o cair da noite

Cápsula orgânica transforma pessoas falecidas em árvores

Você gostaria de viver pra sempre? Muitos responderiam que sim! O sonho de se manter vivo de alguma maneira após a morte é uma ideia que ronda a mente do ser humano há milênios. Independente da possibilidade de podermos ter filhos e propagar os nossos genes, o desejo de que nossa própria carne se torne integrada ao ciclo de maneira visceral, transformando-se em algo vivo além de nossa existência consciente, é algo um tanto interessante e tentador de se pensar.


O projeto italiano The Capsula Mundi, é uma representação perfeita desse conceito. Desenvolvido pelos designers Anna Citelli e Raoul Bretzel, o projeto consiste em uma cápsula orgânica biodegradável que é capaz de transformar um corpo em decomposição em nutrientes para uma árvore. Primeiro o corpo do falecido é colocado dentro da cápsula e então enterrado. Depois é plantada uma árvore ou uma semente por cima para que a matéria orgânica seja aproveitada

caixao-organico-1.jpg

Esse projeto tem ainda uma outra proposta fantástica: a de evitar o desmatamento para a obtenção da madeira utilizada na produção de caixões. Fazendo o movimento inverso a esse, a Capsula Mundi reintegra os corpos a natureza enriquecendo o solo para que ele abrigue uma nova árvore.

Cada cliente pode escolher sua árvore favorita

Cada cliente pode escolher sua árvore favorita.jpg

É a transformação do cemitério…

É a transformação do cemitério….jpg

… em uma floresta de memórias!

… em uma floresta de memórias!.jpg

Isso sem derrubar árvores para produzir caixões…

Isso sem derrubar árvores para produzir caixões….jpg

… mas plantando vários tipos para gerar mais vida.

mas plantando varios tipos para gerar mais vida.jpg

A proposta parece incrível, e talvez seja mesmo. Porém, por questões religiosas e culturais, o projeto não pode ser aplicado com liberdade em diversos países. A Itália, país onde ambos residem atualmente, tem leis restritas sobre enterros inviabilizando a finalização do projeto- como ocorre em alguns outros países também.

A verdade é que, se pudéssemos nos reintegrar a natureza de tal maneira no fim de nossas vidas, viveríamos para sempre. A cultura dos países seria recriada para comemorar aquilo que você gostaria de ser depois da primeira vida. Escolhendo a árvore que gostaria de ser, você escolheria também os animais que seria, pois esses se alimentariam dos nutrientes de tais árvores- seu corpo- e seríamos um pouco eles também. Por fim, seríamos tudo e o tudo voltaria a ser aqui, o paraíso chamado Terra.

Via


Rafaela Werdan

Pare tudo que tiver que fazer às 17:30 e observe por 30 min o cair da noite.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Rafaela Werdan