entre.linhas

Entrelaçando as linhas do texto que nos (re)veste.

Rita Manzano

Quanto à escRITA, metade dela sou eu. Juntas seguimos, entrelaçando mensagens que (re)vestem vidas

Imagina na Copa

O bordão “Imagina na Copa” - há muitos meses - ronda as mesas de bares, redes sociais e quaisquer rodas com pessoas que estejam “jogando conversa fora”. Tanto os "jogadores" dos times do humor quanto os do pessimismo, sabem que a Copa do Mundo - para dar certo - precisa de vozes que empurrem o time para a vitória. E se o futebol é capaz de inspirar nossos músicos, será capaz, também, de inspirar a grande torcida; aquela que vibra, pula, grita e (en)canta.


10370880_732598350124913_936106815173694641_n.jpg

Futebol X Música: paixões nacionais. E assim, seguem os brasileiros.

O jogo disputado entre duas equipes tem como palco um campo de futebol cercado por torcedores de todos os lados. Nesse espaço - quando a bola rola -, rola, também, uma animação sem fim, movida por sorrisos, lágrimas, gritos, fés, batuques e sons.

A arte dos sons invade a arquibancada que estremece em ritmos e harmonias, dando – sempre – um show à parte. A manifestação sonora ecoa, ultrapassando os muros do estádio, inspirando os compositores que contemplam todos os estilos, todos os gostos, todos os times.

A arte do futebol arrepia. Há aqueles que insistem em ser do contra, dizendo que não, mas ... arrepia, entusiasma, emociona. Dá alegria ao povo. E o povo gosta disto. É exatamente assim que a música age: há frêmito, empolgação, sentires. Futebol e música são viscerais sempre; imagina, então, na Copa.

E foi pensando em futebol – e alguns na Copa - que os versos surgiram e os sons explodiram.

“Ô minha pátria amada e idolatrada / Um salve à nossa nação / E através dessa canção / Hoje posso fazer minha declaração / Entre house de boy, beco e viela / Jogando bola dentro da favela / Pro menor não tem coisa melhor”

“E a voz da torcida / É a voz da nação / Eu quero gol / Ôô ôô ôôôôôôô... / Vamos gritar / Ôô ôô ôôôôôôô... / É gol, é gol, é gol / Vamos espalhar felicidade / É a copa de todo mundo / Vamos juntar o mundo todo / Pra batucar, pra batucar”

“Brasil está vazio na tarde de domingo, né? / Olha o sambão, aqui é o país do futebol. / No fundo desse país / Ao longo das avenidas / Nos campos de terra e grama / Brasil só é futebol / Nesses noventa minutos De emoção e alegria / Esqueço a casa e o trabalhoA vida fica lá fora / A cama...

“A bandeira no estádio é um estandarte / A flâmula pendurada na parede do quarto / O distintivo na camisa do uniforme / Que coisa linda é uma partida de futebol”

“Se eu fosse o Rei / Para tirar efeito igual / Ao jogador / Qual / Compositor / Para aplicar uma firula exata”

“Oitava maravilha, que bom você chegar / Bota a mão pra cima, esse jogo vai virar / Alegria geral Fuzuê, carnaval / Vem pra ver um grito de gol!”


Rita Manzano

Quanto à escRITA, metade dela sou eu. Juntas seguimos, entrelaçando mensagens que (re)vestem vidas .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Rita Manzano