entretido

doses homeopáticas de observações pop

@gotardi

não existem razões para causar problemas desnecessários.
mas tenha a certeza de causar problemas sempre que forem necessários.

A quarta parede

Aquela divisão imaginária entre nós - espectadores - e filmes, séries e jogos serve para nos manter distantes da fantasia mas, eventualmente, sua quebra é o ponto alto de algumas obras.


6bd6c7cecc85fdc354294b079f1826482039545684.jpg

A história dessa tal de quarta parede parece ser velha – ao redor dos idos do século XIX, aparentemente uma ideia desse tal moço Diderot – e se explica basicamente nesse conceito de uma parede imaginária entre atores e o público.

Tem quem acha que a criação do conceito fez muito mal para o teatro, tem quem acha bacana essa forma de encarar a coisa toda; eu, enquanto não-estudioso do tema só acho mesmo bacana é o tal do breaking the 4th wall, aquele momento em que o ator se dirige ao público para explicar algo, para dar uma informação que os outros atores em teoria não tem, reconhecendo que aquilo é atuação, ainda que só pelo efeito cômico mesmo.

Recentemente a série The House Of Cards, aquela coisa super comentada do Netflix, usou ao extremo o recurso, com Kevin Spacey falando seguidamente com o público; Scrubs também tinha uma tradição excelente nessas cenas.

Funciona bem em alguns casos.

E tudo isso nos leva a esse vídeo bem bacana que apareceu com uma longa coletânea de momentos em que se “quebra” essa tal quarta parede.

São 54 filmes diferentes, em uma colagem de Leigh Singer; dá prá ver a lista completa no Vimeo do vídeo mas, como sempre nesses casos de montagens com conteúdo cinematográficos, é bem mais legal ir adivinhando as cenas.

E escolher uma preferida, claro; Woody Allen e Marshall McLuhan por exemplo, que é espetacular.

Ah, a trilha sonora, I Turn My Camera On, do Spoon, também é coisa linda. E muito apropriada.


@gotardi

não existem razões para causar problemas desnecessários. mas tenha a certeza de causar problemas sempre que forem necessários..
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/cinema// @destaque, @obvious //@gotardi