Épiphanie

algo que surge não se sabe nem como nem porquê

Raquel G. Rebelo

Curiosa, cativada pela arte de escrever e fotografar. Autora de infinitas páginas de moleskine, aprecia sobretudo a criação espontânea.

Why so serious?

Cindi Sherman captou todo o desespero contido por de trás de um sorriso pintado. As cores e os adereços misturam-se num efeito psicadélico capaz de despertar sensações tenebrosas em quem o observa.


Thumbnail image for Untitled_2004_by_Cindy_Sherman_www_metropicturesgallery_com_.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

Os palhaços sempre suscitaram emoções diversificadas em diferentes pessoas. Há quem os associe automaticamente ao imaginário infantil, mas também quem os considere o drama de uma vida. No geral, são catalogados como figuras engenhosas que, quer com uma conotação negativa quer positiva, não transmitem muita segurança.

moma_sherman2012_untitled425.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

Foi inspirada por esta diversa panóplia de reacções que a fotógrafa e realizadora norte-americana Cindy Sherman decidiu, em 2002, começar a fotografar estas personalidades hiperbólicas.

sherman-photo-035.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

cindy-sherman-c02.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

O sorriso tornou-se no elemento chave desta serie, sendo exageradamente exibido não como sinónimo de alegria, mas bem ao género dos filmes de terror. O desanimo das personagens torna-se explicito por de trás de todas as cores garridas da pintura facial.

Thumbnail image for tumblr_lyowblmxPr1qbo39mo1_1280.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

Thumbnail image for sherman_clown_bm_li_324765b.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

De acordo com a artista, a escolha dos palhaços prendeu-se com o objectivo de "mostrar o complexo abismo emocional de um sorriso pintado” (Cindy Sherman: Clowns, 2004).

apex.gifCindy Sherman, Clowns 2003-2004

sherman4-765345.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004

l.jpgCindy Sherman, Clowns 2003-2004


Raquel G. Rebelo

Curiosa, cativada pela arte de escrever e fotografar. Autora de infinitas páginas de moleskine, aprecia sobretudo a criação espontânea..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/geral// @destaque, @obvious //Raquel G. Rebelo