esconderijo

Quando tudo é matéria e é sombra

Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado.

Trovas de ciúmes de J. G. de Araújo Jorge

José Guilherme de Araújo Jorge nasceu em 20 de maio de 1914, na Vila de Tarauacá, Estado do Acre e faleceu em 27 de Janeiro de 1987 no Rio de Janeiro. Foi um grande poeta brasileiro.


jgaj.jpg


Trovas de ciúmes


"Dosado, o ciúme é tempero
que à afeição dá mais sabor...
Mas, levado ao exagero,
é o pior veneno do amor...

Cão de guarda, ameaçador,
a rosnar, furioso e cego
eis afinal, meu amor,
este ciúme que carrego...

Do amor e da desconfiança
infeliz casal sem lar,
nasceu o ciúme, - essa criança
tão difícil de educar...

Perigoso, onipotente,
verdadeiro ditador...
o ciúme é um cego, doente,
ou um doente, cego de amor?

Eis como o ciúme defino:
mal que faz mal sem alarde
corte de alma, muito fino,
que não se vê... mas como arde!

O ciúme, desajustado,
por louco amor concebido,
era uma amante, (coitado)
a padecer... de marido!"


( JG. de Araújo Jorge do livro "Trevo de Quatro Versos" 1a ed. 1964 )


Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/Poesia// //Margarete MS