esconderijo

Quando tudo é matéria e é sombra

Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado.

Björk: Do gelo para o mundo

"Prefiro a fama de esquisita à de ninfa sexy"


tumblr_lvdzevrxdF1r2g8cfo1_500.jpg

Björk Guðmundsdóttir (21 de novembro de 1965) nasceu em Reykjavík - Islândia, em uma comunidade de artistas hippies. Com apenas 5 aninhos começa a ter aulas de canto, piano e flauta.

b1.jpg

Aos 11 anos Björk canta em uma rádio islandesa a canção "I Love To Love" e recebe uma oferta de contrato de gravação.
Aos 12 anos de idade grava seu primeiro álbum solo "Björk", lançado em 1977 somente na Islândia. Álbum que lhe rendeu um disco de platina.

b1977.jpg

Já crescida, percorre as ruas de Reikjavik exibindo seu estilo punk e forma uma banda só de garotas chamada "Spit and Snot". Também fez parte de uma banda pós-punk chamada "Exodus". Inteligente e inquieta Björk participa de outros grupos como "JAM 80" e "Tappi Tíkarrass" (na qual passa a ter mais visibilidade).

Em 1985, mesmo com a descoberta da gravidez de seu primeiro filho, Sindri, ela continua três anos na estrada com a banda "KUKL" e grava dois álbuns. Logo depois da separação do grupo ela faz uma breve participação na banda "The Elgar Sisters".

Sua próxima banda, "The Sugarcubes", logo interessou o selo independente inglês, One Little Indian. Com seu primeiro single, 'Birthday', Björk começa a fazer sucesso fora da Islândia.

b9.jpg

Em 1990 ela grava um disco de jazz chamado 'Gling-Gló'. Passa também pela banda "808 State" gravando 'Ooops' na companhia de Nellee Hooper (Soul II Soul).

bgg808.jpg

Em 1993, já em carreira solo, Björk lança "Debut", com um estilo parecido ao do The Sugarcubes, misturando jazz, funk e offbeat. Se destacando como um dos principais álbuns de trip-hop.
A canção "Human Behaviour" alcançou o terceiro lugar no top 10 britânico, seguindo de "Big Time Sensuality". Debut foi um sucesso.

bdebut.jpg

Em 1995 lança "Post", álbum que a consagra de vez no cenário musical. "Army of Me" se torna um dos melhores hits da cantora e traz também um clássico inspirado na Broadway "It's Oh So Quiet". E na sequência pisa em um mundo mais eletrônico gravando o álbum "Telegram".

bpost.jpg

"Homogenic", lançado em 1997, trouxe um estilo mais pop com colaboradores como o produtor Mark Bell e o brasileiro Eumir Deodato e a participação de um octeto de cordas islandesa.

bhomg.jpg

Em 2001 Björk lança "Vespertine". Misturando orquestras e coros. O álbum gerou três singles: "Hidden Place", "Pagan Poetry" e "Cocoon".
Björk disse que a gravidez de Isadora fez com que as músicas de Vespertine lembrassem o som de uma caixinha de música.

bvespertine.jpg

Em 2003 a caixa "Live Box", composta de quatro CDs com gravações ao vivo de Debut, Post, Homogenic e Vespertine foi lançada juntamente com um DVD.

Em 2004 Medúlla é lançado trazendo os vocais de garganta da cantora Tagaq e outros. No mesmo ano iterpreta a canção "Oceania" na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Atenas.

bmedulla.jpg

Em 2006 a cantora remasteriza seus primeiros três álbuns solo: Debut, Post e Homogenic e sua trilha sonora Drawing Restraint 9 e Selmasongs no álbum entitulado "(______surronded)".

Volta, lançado em 2007, contém 10 novas faixas. Produzido pelos produtores Timbaland, Antony Hegarty e Sjón. Com mais de 20.600 álbuns vendidos em sua primeira semana.

bvolta.jpg

Náttúra foi um single lançado em 2008 para incentivar o apoio de uma abordagem ambiental dos recursos naturais na Islândia. Teve a participação do cantor Thom Yorke.

Voltaïc é uma compilação dos trabalhos feitos durante a Volta Tour entre 2007 e 2008 e foi lançado em 2009.

Biophilia foi lançado em 2011 pela Universal Music. É o primeiro álbum de estúdio no formato de aplicativo no mundo, em colaboração com a Apple.
O álbum contém gêneros musicais como música eletrônica, música minimalista, ethereal wave e música experimental, e foi realizado em um iPad, oferecendo uma série de aplicativos para este. Björk descreveu o projeto como uma coleção que engloba música, aplicativos, internet, instalações e apresentações ao vivo.
Musicalmente, o álbum é estruturado como uma espécie de ópera instrumental etérea. Cada faixa descreve um tipo de fenômenos naturais e cósmicas. O título é uma representação geral do senso de conexão com a natureza e outras formas de vida de carácter inato e produto evolucionário da seleção natural.

bbioph.jpg

Instrumentos "especiais" foram criados para o álbum. A bobina de Tesla foi utilizada como um instrumento musical na canção "Thunderbolt".
Björk estreou as músicas do álbum durante uma série de apresentações no Festival Internacional de Manchester na Inglaterra e chamou as performances de uma "meditação sobre a relação entre música, natureza e tecnologia".

2011-inez-vinoodh-crystalline-15.jpg

2011-inez-vinoodh-crystalline-05.jpg



Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/música// @destaque, @obvious //Margarete MS