esconderijo

Quando tudo é matéria e é sombra

Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado.

Daniel Del Orfano e a perspectiva de um transeunte

"Tento captar a visão romântica mas realista da vida cotidiana..."


1.jpg

Nascido e criado em Nova York Daniel Del Orfano estudou na prestigiada Knox Boarding School e ensinou a arte da pintura para crianças de todas as idades.

O artista começou a retratar a vida cotidiana a partir da perspectiva de um transeunte, testemunhando os momentos íntimos da vida. Isto o levou a uma quase autobiografia visual.

"Eu misturo a antiga integridade artística com a percepção moderna. Minhas pinturas retratam a vida, não como ela pode ser, mas como é lembrada; um instante, não de um momento em particular, mas de uma memória global. É a beleza da emoção sentida em um momento exato que eu tento retratar. Tento captar a visão romântica mas realista da vida cotidiana, que é a raiz de todo o meu trabalho."

2.jpg

3.jpg

4.jpg

A imagem simbólica que Daniel mais retrata é o guarda-chuva vermelho, por dois motivos: em primeiro lugar porque quando caminhava pelas ruas de Nova York era surpreendido por tempestades e sempre se encontrava desprotegido, sua salvação eram os vendedores de esquina (isso lhe trouxe a ideia de que o guarda-chuva simbolizava proteção e segurança); em segundo lugar a cor vermelha, sendo utilizada para retratar a paixão e a determinação.

5.jpg

6.jpg

7.jpg

8.jpg

9.jpg

10.jpg

11.jpg


Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Margarete MS