esconderijo

Quando tudo é matéria e é sombra

Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado.

As Pinturas Metafóricas de David Linn

Em suas pinturas David gosta de lidar com o que é invisível, com imagens carregadas de simbolismo.


1.jpg

David Linn nasceu em Palo Alto, Califórnia e ,como ele mesmo diz, começou a pintar logo após o nascimento.

É mestre em pintura pela Brigham Young University e atualmente reside no sopé de uma montanha em Utah com sua esposa e seus três filhos.

"Eu crio imagens que parecem enigmáticas ou estranhas para o telespectador, mas para mim elas fazem todo o sentido. As coisas que eu percebo e sinto desafiam a explicação verbal e trazem uma imagem com vários significados. O mundo em que vivemos não é apenas um mundo natural, mas um mundo que também foi fabricado e construído ao longo de milhares de anos", diz Linn.

Para Linn, a importância dessas imagens não significa apenas trazer uma capacidade de retratar visualmente facetas invisíveis da nossa existência mas, também, mostrar a variedade de formas com que os seres humanos se conectam à elas.

Essa introspecção pode desencadear algumas perguntas do telespectador ou gerar uma sensação de calma, mesmo quando algum tipo de atividade está ocorrendo.

2.jpg

3.jpg

4.jpg

Imagens ou símbolos quase sempre reaparecem em pinturas aleatórias.

Outro tipo de imagem marcante no trabalho de Linn é a figura solitária do sexo masculino. Geralmente envolvida em algum tipo de atividade cerimoniosa enigmática. As faces são obscurecidas ou de difícil reconhecimento e representa alguma figura universal escolhendo o seu caminho.

"Tantas coisas transcendem o mundo visual e eu quero sugerir que há mundos invisíveis que são mais significativos do que o que ocupa grande parte de nossas vidas diárias. Isso não é uma denúncia do mundo material, mas sim um lembrete de que há mais do que isso." - David Linn

5.jpg

6.JPG

7.jpg

8.jpg

9.jpg

10.jpg

11.jpg

12.jpg

13.jpg

14.jpg



Margarete MS

Eu tenho um coração um século atrasado..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// @destaque, @obvious //Margarete MS