escritos da ansiedade

Ideias de alguém tentando não viver o futuro no presente

Guilherme Lima

manias acompanhadas de TOC

O conflito na Palestina através dos quadrinhos de Joe Sacco

A visão do drama palestino na linguagem do HQ


A situação da povo palestino, desde a fundação do estado de Israel em 1948, foi pautada por conflitos armados sangrentos, descaso da comunidade internacional, violência por parte de um estado vizinho belicoso e hostil e uma resposta ineficiente de grupos fundamentalistas, quase sempre apelando para ineficazes ataques de guerrilha ou atos de terrorismo que geram sempre uma reação desproporcionalmente ignorante do governo israelense como a atual, onde o banho de sangue da população civil palestina mancha a terra sagrada para as 3 religiões que seguem o mesmo deus, mas que nunca chegaram num consenso, vivendo as turras entre si num eterno ciclo vicioso de embates nunca de ideias, mas pela força das armas e do preconceito mútuo.

O HQ Palestina, de autoria do jornalista Joe Sacco lançado em 2005 no Brasil pela editora Conrad, vai retratar através da linguagem direta e simples do mundo dos quadrinhos, os dramas, dilemas e conflitos que envolvem o cotidiano da Palestina e de quem a habita. Tirando suas histórias e relatos entre 1993 e 1995, época onde realmente a esperança de um acordo de paz entre Israelenses e Palestinos fosse ser concretizado, as mazelas vividas pelo povo palestino são descritas fielmente pelas paginas esquadrinhadas do autor.

palestina.jpg

Entrevistando moradores da região, que estão inseridos de modo visceral no olho do furacão do que é dito como conflito(mas com contornos de um genocídio), o autor sintetiza com riqueza de detalhes a crueldade da situação exposta em seus quadrinhos com a vivencia in loco do conflito. Joe Sacco esmiuça com todo cuidado a visão dos palestinos e a sua própria sobre o conflito e seu desenrolar, de modo intimista e condizente com a realidade contemporânea. O que o autor descreve de suas experiencias no território de gaza entre 1993 e 1995 são praticamente os mesmos relatados pelos correspondentes de imprensa na invasão e bombardeios feitos pelo exército israelense e a sangria exposta atualmente em alta definição pelos noticiários.

Ouvindo jovens, crianças, adultos e idosos sobre suas experiencias, é esse modo intimista e de um ponto de vista pessoal, mas ao mesmo tempo com um cunho jornalistico, informativo, que o que está exposto na HQ de Joe Sacco, impacta profundamente o público: com ela a realidade está muito mais desnuda,seca e sem rodeios, vai direto ao ponto e demonstra uma carnificina que temos conhecimento mas constantemente ignoramos, assim como o descaso nas periferias dos grotões carentes do Brasil. Mas como bem se sabe e fingimos não vermos, o sofrimento e sangria de quem possui a cútis mais enegrecida não cativa ou comove a grande audiência e a opinião publica pró direitos humanos, exigindo ações contundentes de ONU,UNESCO e afins.


Guilherme Lima

manias acompanhadas de TOC.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Guilherme Lima