espacialidade

Geobiografia dos Lugares

Wallace Pantoja

Geobiógrafo dos lugares, os que existem e os que ainda não, morando no centro e vivendo nas bordas, sonhando com o entre.

10 confissões de uma cartografia esquizoide

A Cartografia - linguagem que traduz a realidade em mapas - vai ao confessionário. Linda, objetiva, racional; vomita dez confissões inconfessáveis para uma filha da moderna ciência de nossos tempos.


1. Eu sou a projeção no plano da superfície terrestre. Então, sou objetiva porque represento os fenômenos existentes do espaço - não crio nada, só a verdade revelada.

2. Qualquer um pode me ler - isso significa ser semiológica, meu bem! Minha leitura independe de contextos geohistóricos, culturais, etários ou dos meios por onde me faço: segue a linha; o ponto e a zona, o resto "xá comigo"!

3. Já lhe disseram que sou a linguagem da geografia? Estruturada, monossêmica, científica, filha do cruzamento de Saussure com Pierce, com genes mais do primeiro que do segundo, claro.

4. Quando você pensa em nação - seja qual for - no seu território, você pensa em mim - com os pontinhos lindos mostrando tudo nivelado, tudo em ordem, tudo superfície... adoro!

5. Não entendo porque essa história de questionar o "como" me faço se o importante é o "o que"; é a função ao que me presto - e eu presto para ser lida e entendida facilmente. Livro aberto é pouco...

6. A era da informação digital me deu um UP-grade! Estou mais real que a própria realidade; quem irá questionar uma imagem tratada com mil programas estatísticos e probabilísticos para estabelecer o fato casado com outra em tempo real? Estou por cima, bem de cima e de longe.

7. Sou mitológica - ninguém sabe, mas vou te contar ao pé do ouvido - naturalizo o social, o cultural, o político e o econômico - meu poder é fazer isso com o toque mágico da geometria de Ptolomeu e um tantinho de Euclides.

8. Sempre sou a melhor escolha para um artigo de geografia ser levado a sério. Bem, citar Milton Santos quando se está perdidinho também ajuda - mas eu sou eu: me joga no teu texto amarrando tuas conclusões e corre para o abraço!

9. As vezes deprimo, sabe? Especialmente com estes tipinhos que querem me ressemantizar - cartografia social; pós-representacional? Não pode isso não! Eu venho pronta de laboratório, feita por especialistas, não é qualquer um que pode passar a mão e ir me fazendo.

10. Acho lindo as metáforas - cartografias do desejo; cartografias da libido; descartografialização do ser - porque fico chique; as vezes não quer dizer merda nenhuma e nem tem mapa ou trabalho cartográfico na coisa toda. Mas menino... o que seria a verdade se não fosse a mentira? A concretude se não fosse a ilusão - bora avacalhar e o importante é falar mal, mas falar de mim; usar e abusar para parecer que posso tudo! Um luxo ser tudo para os abestados de plantão!

22.jpg

Imagem: Mattew Cusick


Wallace Pantoja

Geobiógrafo dos lugares, os que existem e os que ainda não, morando no centro e vivendo nas bordas, sonhando com o entre..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Wallace Pantoja
Site Meter