esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

Newton diz adeus

Mais que leis rígidas e inflexivéis, o universo temporal está regido por leis além Newton!


Atemorizante realmente é constatar um mundo instaurado por uma única visão que compele no demais ser cego, como se somente um olho visse o que quisesse, onde lei é teoria e teoria lei. Porém, quando encontra-se um ponto de descoberta-chave o natural de um salto revolucionário científico ocorrer como uma enxurrada de teorias e outras descobertas subseqüentes, assim como ocorreram no período de 1825 a 1928 com o advento da mecânica quântica que ao contrário da Relatividade foi gradual e tendo partes de muitos nomes de colaboradores, um verdadeiro ‘leque’ de possibilidades se abrem. O francês Louis-Victor-Pierre-Raymond, conhecido por Louis de Broglie, por ser 7.º duque de Broglie começou no campo da física originalmente pesquisando sobre os raio x, mas acabou ascendendo a uma disciplina da quântica chamada a mecânica ondulatória apartir de sua tese de doutorado "Recherches sur la théorie des quanta" onde se propõe uma teoria de dualidade a onda-corpúsculo dentro das ondas de elétrons partindo-se dos fundamentos de Max Planck e Einstein sendo comprovada posteriormente em experimentos realizados por Clinton Davisson e Lester Germer em 1927. Abaixo veremos como a mecânica evoluiu sobre o debruçamento dos demais cientistas, teóricos e físicos sobre as descobertas anteriores:

• Wolfgang Pauli propôs o princípio de exclusão sendo conseqüentemente o fornecedor de uma base teórica que permitiu a concepção da Tabela Periódica.

• Werner Heisenberg junto a Max Born e Pascual Jordan, foram responsáveis por descobrir a chamada mecânica matricial – como era chamado originalmente a mecânica quântica. Levando e elevando a compreensão do movimento de elétrons dentro dos átomos fazendo a anterior ser abandonada em favor de um método sistemático para organizar as linhas espectrais observadas.

• Erwin Schrödinger descobriu a mecânica das ondas, a secundária forma de mecânica quântica que resolveu a equação de Schrödinger sob a concepção da condição de ondas. Unificando as duas teorias de mecânica matricial e a mecânica das ondas numa só de modo funcional.

• Fermi-Dirac demonstrou nos Elétrons um tipo de lei estatística também conhecida como estatísticas de Bose-Einstein, e que as duas classes possuem propriedades fundamentalmente diferentes.

• Heisenberg enunciou o Princípio da Incerteza, que formalizou não somente a condição de estatística como de incerta medição entre movimento e posição.

• A.M. Paulo Dirac desenvolveu uma equação de onda relativística para o elétron que explicou o spin do elétron e previu antimatéria.

• Dirac lançou as bases da teoria quântica de campo, fornecendo uma descrição quântica do campo eletromagnético.

• Bohr anunciou o princípio da complementaridade, um princípio filosófico que ajudou a resolver aparentes paradoxos da teoria quântica, particularmente dualidade onda-partícula.

newtons.gif

Após a descoberta da Relatividade Geral em sua formulação cada vez mais aprimorada a confrontar-se com a Mecânica quântica, os preceitos de Newton parecem cada vez mais se distanciar como paradigmas pertencentes ao passado onde o tempo ganhava valores inflexíveis não diferentes de uma rocha, sendo absoluto. Quando então a descoberta das possibilidades das interações entrópicas com a gravidade numa tendência natural a encontrar-se com a teoria das Cordas, Newton parece definitivamente dizer adeus as concepções absolutistas temporais e de leis meramente locais e superficiais. Mesmo se foi especulado anteriormente que corpos diferentes em queda livre alcançariam a mesma velocidade, conceitos erroneos como estes pouco a pocuo foram se dispersando a suceder teorias mais complexas e corretas, mesmo a em detrimento de espaço maior.

"Em velocidades elevadas e gravidades fortes, a física de Newton se desmantela" Carl Sagan - O Mundo Assombrado pelos demônios

De modo similar que o vento surge do aquecimento ao ar por reações que segue a lei da termodinâmica a suceder-se e precipitar-se sob todo universo, resultantes dos raios emitidos por uma estrela que muito antes da bomba atômica funciona sob os princípios da fissão nuclear interferindo sob os níveis entrópicos e gravitacionais tal como especulados pela relatividade geral de Einstein. A ligação sutil entre o quantum e o macro faz-se presente diante de nossos olhos pelas engrenagens invisíveis que regem o universo, não com um Big Bean newtoniano, mas como o maior engenho flutuante jamais concebido.

Gerson Machado de Avillez – 2012 ®

Querem conhecer o universo de Gerson Avillez? Curtam a página do Filoversismo no Facebook: www.facebook.com/Filoversismo


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// //Gerson Avillez