esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

RPG: Sociedade do Meme

Vivemo numa sociedade globalizada em que ideias viralizam. Inspirado nos preceitos de Richard Dawkins sobre a memética que aspira a protociência, o jogo de RPG que incentiva a criatividade e originalidade de ideias aspira a construção de virais, o qual o poder, pode mediante a complexidade da ideia, aspirar a cosmovisão e cultura tanto como contracultural sobre correntes de pensamentos capaz de alterar o comportamento humano.


O Jogo o qual mais vale o poder da pena que o poder do ferro e da espada, de todas as armas do mundo é o cérebro o maior deles e não por menos criador das demais armas. O objetivo não é matar o inimigo, adversário, rival ou oposto, mas anular seu potencial ideológico, matar suas ideias por um sistema ideológico melhor ou que de alguma forma torna-se vigente. A morte é ideológica, moral, pois este deve ser morto por dentro, não sua carne. E para isso existe todo um aparato ideológico, de pensamento, influência, e filosófico a fim de atingi-lo indiretamente. A ideia e afeta-lo forçando este por ineficiência em suas crenças (ideologias) busca assimila-la tornando-se isca, tratando-se de filosofia ideológica ainda que amparada em fatos e provas, ganha força somente no aspecto moral em que é empregado e justamente valendo mostrar como é maléfico determinada ideologia adversária a maioria o que favorece a conversão e transformação de mentes a favor da sua. Quem possuir o louvor coletivo e de suas ideias, é o vencedor e por suas ideias tornar-se imortais, torna-se inexpugnável. Obviamente que apelos indiretos tentarão acusar o especulador aspirante a Mestre ideológico a coisas más que ocorrem em decorrência de sua ideológica, mas sempre sem provas e relações diretas pois na realidade é a mando dos próprios, isso deve ser enfatizado como acusação fantástica. As ideias produzem conhecimentos, a transição do abstrato ao concreto como fato está no exemplificativo e demonstrativo prático onde a alteração de valor sempre deverá ser por resultante moral e ética, pois o objetivo da ideologia ou sistema de cosmovisão ideal que aspire ao mainstream é responder o ‘por que’ levando e elevando a compreensão. A teoria do conhecimento epistemológico é vital, tornando-se um jogo de mentes onde pela afetividade tem por intensão alterar literalmente consciências a expandido. Naturalmente que toda explicação e história desse sistema está sobre si mesmo e nos seus porquês e fontes pois a epistemologia deve ser completa e a exposição do sistema rival que não a compreenda contrário as provas podem ser usado como trunfo, normalmente porque estes não resistem ao sistema ideológico emergente. Moralmente o regime é grego e judaico cristão, todavia esse sistema de pensamento tem sido frequentemente atacado mas ainda nunca demonstrado um melhor, os mártires, heróis, vítimas e vilões sempre foram os mesmos moralmente conforme a ideia de um ‘Topo Uranos’ de Sócrates pois aspirar altera valores universais considera-se uma tarefa impossível a não ser por golpes de fachada. Quando o sistema ideológico estiver enraizado nas mentes e corações então estes opositores é quem deverão aceita-la como cosmovisão dominante, pois a influência já está em forma com seus sinais evidentes, e não será por força e violência mas por ser a única coisa que resta a população agarrar ante os que exatamente delas (a força e violência) utilizam para tentar se impor. Mas, pereceram eles na arrogância que se tornou tolice, as ideias não precisam de músculos, mas neurônios, pois são estes que guiam todo corpo. Ferir a carne não mata a ideia, a acentua, Jesus prova isso. Não se deve invadir de fora pra dentro como eles, da carne a alma, do material ao imaterial, mas pelo metafísico sentido oposto, mas bíblico, da mente ao corpo, de dentro pra fora, pois onde eles veem força eu vejo a sua falha retumbante como ideologia.

1-Inicio1.jpg Imagens de convencionais memes da internet, estes imagens.

Os principais aspectos do jogo que tem muito de real no dia-a-dia são os seguintes:

QUEM É O MESTRE? O jogo da epistemologia tem por fim não somente alterar ideias e lança-las mas também rastreá-las levando a sua fonte de origem. O mais influente nestas ideias mas não conhecido é o Mestre Secreto que pode ganhar tantos aliados por conquista de suas mentes e corações quanto inimigos ocultos. O objetivo é identifica-lo, seguir a linearidade de ideias em sua genealogia e perceber as fontes de ideias boas ou más. De um lado quem consegue ser o mestre vence, de outro quem consegue revela-lo também.

AS IDEIAS VENCEM Matar o mestre secreto no jogo não indica vencê-lo em vista que o embate é de ideias e vence o que tiver as ideias dominantes direta ou indiretamente, por isso cartas como ‘Acusação Fantástica’ ou mero furtos de ideias em suas autorias não faz deste mestre pois seu poder de influência é apenas passivo as próprias ideias que furtou. Ou seja, por mais que dissimule ser um mestre secreto sua influência é apenas de ‘Laranja Mecânica’. Assim a vitória do sistema ideológico vencedor concede o título a quem o induz como Mestre, quer secreto ou não (revelado). A vitória a de ser determinada no uso de cartas GOAL associadas as equivalentes de influência. As ideias vencem pois o (pro)seguimento delas é na mente alheia. O sucesso deste então não será medido não pela posição financeira o status de celebre, mas o êxito moral de sua filosofia como sistema de crenças prováveis ante os que não foram capazes de provar suas crenças de modo coerente ou ético ainda que tenham tais status e recursos. A crença vencida assim será o suspiro de uma morte moral por se sustentar apenas pela violência e medo.

DO EMBATE DE IDEIAS O embate ideológico e de produção de conhecimentos tem por fim sobrepujar a ideologia rival normalmente por moral divergente, é uma guerra de influência principalmente indireta. Os meios de seus especuladores e promotores, a cada lado, tem por objetivo transformar o maior número possível de mentes e coletivo a favor de seu sistema ideológico sendo um embate onde as ideias mais contemplativas em aproximação uma cosmovisão podendo alterar o mainstream vigente pela percepção coletiva dando maiores significados e compreensões que o sistema anterior. Apontar e expor as falhas no sistema ideológico oposto está incluso, inclusive no aspecto ético e moral principalmente, a ideia de sua derrocada sempre vem em decorrência do seguimento de apelo violento e agressivo, quer nas discussões ou práticas. Normalmente utilizar-se a si próprio pela transferência moral é válido onde a exemplo do martírio poderá ser fatal ao sistema ideológico rival/oposto.

EM DEFESA DA VERDADEIRA PUREZA FILOSÓFICA O argumento de retorica legítima ante o procedimento filosófico de pensamento crítico respeitará epistemicamente tanto quanto em ética com parte dos próprios, quer na compreensão da estética – igual disciplina filosófica – quanto na mera compreensão da realidade e seus combustores de modo que o sistema ideológico perfeito deverá ser um tributo aos pensadores originais. A filosofia dominante assim deverá ser uma cosmovisão perfeita ao contrário a antítese de sistema de crenças e ideias feitos apenas para se opor a um outro não dando quaisquer respostas que buscam originalmente a filosofia grega, pois isto trata-se a verdadeira pureza filosófica ao contrário do vulgo e de ideologias de moralidade pálida por não responderem quaisquer porquês. Assim estes sistema ideal de pensamento filosófico ainda que edificado sob construções anteriores deverá ser original não contradizendo verdades comprovadas mas sendo extensões destas e fiel a si próprio como parte de sua ética como exercício prático de suas ideias logo parte integrante do corpo filosófico. Naturalmente que cartas como ‘Crendices Insistentes’ e ‘Desculpas Fantásticas’ ainda que levem a impulsionar os tolos apenas tira qualificações de seu sistema ideológico sendo assim ponto a favor do aspirante a Mestre Ideológico assim como tudo que contrarie os aspectos éticos e imparciais do mesmo o qual sua ausência de aptidão moral, e consequentemente social será o proporcional trunfo deste. Assim a essa antítese será sem dúvidas uma aberração temporal, física, cientifica, epistêmica, evolucionária, ética, espiritual, social e filosófica e ao contrário destes deverá ser atacada pelo melhor em criatividade ideológica – apenas os aptos produzem, ainda que neste campo ideias - pois no mais a ideologia moralmente falha é apenas um sofismo ético. O Sistema ideológico perfeito assim estará conforme Assim escasseará suas crenças sempre porque como o veneno de tão impuro só segue quem não sofre seu próprio dano ideológico e moral ao contrário que a verdadeira ideologia só faz mal a falsa, pois o que é adulterado não pode ser puro, principalmente a ideológica de adulteração.

REVELAÇÃO DO MESTRE A revelação do mestre é uma faca de dois gumes, primeiro que tira o poder de algumas de suas cartas de influência oculta, noutra que o torna alvo mais fácil de Inimigos Ocultos, porém, seu poder passa ser direto, não indireto que por estar abertamente a influência pode ou não aumentar. Não significa necessariamente derrota dele, mas pode provocar dano.

REVELAÇÃO DE INIMIGOS OCULTOS São os que inicialmente contrários a ideologia e(ou) influência de um mestre oculto ou especulador o persegue por sua influência, estes revelando o Mestre Secreto pode ser danoso associado as Cartas análogas a ‘Chá no Inferno’. Mas lembre-se a carta do Inimigo Oculto quando revelado ele nunca lhe atacará diretamente, hesitará e dissimulará fingindo-se até se possível de aliado, mas mediante provas de que é Inimigo Oculto seu poder é ao menos anulado parcialmente. Estes naturalmente não estão interessados na epistemologia da teoria do conhecimento, mas apenas em tirar proveito delas, normalmente especuladores frustrados em moral e ética. Expor inimigos oculto é um dos objetivos defensivos dos especuladores e mestres secretos, pois estes não possuindo poder ideológico e moral apelam normalmente a violência, não a força da mente.

CARTAS DE SOCIEDADE DO MEME A série de cartas tem valores positivos e negativos, podendo ter poder exclusivo para os bons ou maus de acordo com o tipo. Todavia algumas neutras pode ser utilizadas por ambos lados, o objetivo no entanto são por meio das cartas premium ou GOAL atingir o objetivo de conseguir implementar o sistema ideológico (filosófico) vencedor com hesito. Veja as mais de cinquenta cartas a seguir e como são equivalentes a um embate ocorrido no mundo real, todos os dias.


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/// //Gerson Avillez