esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

A Síntese do Filoversismo

A definição sintética do filoversismo é a busca pelo poder transformador das ideias no universo, a informação.
Assim como nos computadores a toda ação e objeto gera-se informação, ela está no antes de depois de seu surgimento e transformação. O suposto assim é que mesmo o espaço é uma informação de espaço e de que consequentemente o universo não é simplesmente energia e matéria, mas estas resultam da informação na medida em que aS transformam. A concausa numa suposta metafísica assim poderia ser a informação que precede a ação através da matéria e energia.


Para se definir algo que tenha a pretensa não sincretista mas de uma cosmovisão tudo é preciso um nome igualmente original. Filoversismo deriva-se da junção de 'Filos' amor à, e 'Verso' que exprime ideias como a do universo assim como o verso da comunicação. A interpretação é dual deliberadamente pois crê que a essência do universo é a informação e sua comunicação (troca do mesmo).

A definição sintética do filoversismo é a busca pelo poder transformador das ideias no universo, a informação. Assim como nos computadores a toda ação e objeto gera-se informação, ela está no antes de depois de seu surgimento e transformação. O suposto assim é que mesmo o espaço é uma informação de espaço e de que consequentemente o universo não é simplesmente energia e matéria, mas estas resultam da informação na medida em que aS transformam. A concausa numa suposta metafísica assim poderia ser a informação que precede a ação através da matéria e energia.

A busca assim por deias que transcendem, o poder especulativo que toque a essência metafísica do universo, não sendo a mentira nem a verdade como intermitente. Quando o homem mede o universo a partir de sua medida nunca será capaz de medir o infinito por ele ser finito, apenas uma especulação metafísica seria capaz de compreender a meta-natureza da realidade e sua imanência, por reflexão sobre reflexão. Um exemplo seria o espelho o qual ao nos medir vemos (variavelmente) apenas a medida do que somos, não a do espelho em si, mas quando refletimos espelhos vemos o infinito. Ou seja o objeto de estudo em si é o espelho, não sua reflexão, mas pela reflexão, nestes casos especulativa, estudamos "o espelho".

A busca é por meta-padrões que torne possível previsões mais precisas, como conseguir enxergar as reflexões variáveis de ondulações nas águas e para isso a compreensão mais aprofundada deve ser do tempo e do caos em seus combustores. Isso levaria a uma compreensão mais ampla da realidade, caos, tempo e do infinito.

buraco negro.png

Alguns dos mecanismos que influem nos padrões naturais e humanos, são mecanismos que estão fora do limiar de horizonte de realidade, isto é, quando ao comportamento humano estão em padrões inconscientes ou subconscientes, rotinas de reações involuntárias e similarmente sucede a natureza por uma espécie de sub-rotinas concausuais - são inúmeros os padrões percebidos como mencionado em 'Ars Ad Speculum'. A cerne de tal especulação tem a pretensa limite de toca-la por crer que o que encontra-se fora desses limites de realidade é informação em seu estado puro, o espelho. E rastrear o caminho epistêmico que relacione o efeito com uma causa, normalmente com uma relação caótica/temporal sempre seria informações de variáveis. Não se trata de mentir ou verdade, mas criar ideias, a exemplo das artes. A produção de conhecimento e sua transformação afinal o que rege o universo é a informação.

Trecho de 'Os Infinitos Tons da Eternidade' de Gerson Machado de Avillez


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Gerson Avillez