esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

A degradação moral do Extremismo e do Fanatismo

O maior argumento contra os que saqueiam, torturam, estupram e matam por suas crenças são suas próprias atitudes contra todas as leis, tratados e convenções conhecidas da humanidade. Quem não se submete as suas próprias crenças em atitudes é porque é droga ou veneno. Pois independente de todas as matizes, a religião e a crença de todos fanáticos, extremistas, radicalistas é a mesma, a estupidez.
O artigo sintetiza algumas das atitudes mais nocivas e nojentas de grupos extremistas como Boko Haram e o EI que espalham o medo e a agressão ao aterrorizar povos no Oriente Médio.


Uma mãe aflita pelo filho desaparecido encontra seus possíveis captores de um grupo extremista no oriente médio. Os homens alegam que seu filho está bem e que a levará até ele após almoçar. Os homens lhe servem o almoço, mas após comer ela constatou ter na realidade comigo o próprio filho servido como almoço. Esse caso aconteceu de fato com uma mãe curda pelo EI (Estado Islâmico) o antigo ISIS.

O Isis é um louvor a estupidez e a extrema degradação moral humana ao lado de Boko Haram e outras cepas extremistas. Muitos de seus membros fazem de sua 'guerra santa' um meio para exploração sexual de mulheres - incluindo menores - por simplesmente não aceitarem se converter ao Islã, dentro os quais muitos cristãos. Quem não é capaz de converter limita-se a subverter a força, pois a arma da estupidez é a agressão.

A situação é tão degradante que chegou a se formar um comércio, uma rede de prostituição onde mulheres são vendidas como escravas sexuais, além de distribuir meninas como troféus as batalhas da Jihad, muitas mulheres da população yazidi tem sido negociadas e seu destinos selados. Até mesmo uma tabela de preços desse comércio chegou a ser fixada com valores de acordo com a idade, o qual quanto mais criança, mais cara era assim como virgens.

140512-boko-haram-girls-615a_85df66dccd29e542c68a6548d2406c17.jpg Mulheres sequestradas pelo Boko Haram e abusadas sexualmente.

A situação alarmante parece se espalhar como uma infestação também pelo Boko Haram o qual após sequestrar dezenas de meninas muitas apareceram meses grávidas. São realizados casamentos com meninas enquanto a sua frente de divulgação espalha vídeos de capturados decapitadas, queimados vivos e até mesmo mortos com tiro de bazuca após ser amarrado num poste. Conhecido pela agressividade ímpar essa moléstia espalha-se como um tumor da África ao Oriente Médio ameaçando mesmo a Europa a exemplo de atentados como ao do jornal Charlie Hebdo, na França.

A morte, por sua vez, igualmente não escolhe idade para atacar, mesmo crianças são mortas a tiros ou igualmente decapitadas por meramente ser cristãs, muitas vezes diante de seus país. Naturalmente que as imagens mais fortes não serão colocadas nesse post.

nn_05ami_isis_140819.jpg De abobora uma das inúmeras vítimas executadas com degolação pelo ISIS.

O maior argumento contra os que saqueiam, torturam, estupram e matam por suas crenças são suas próprias atitudes contra todas as leis, tratados e convenções conhecidas da humanidade. Quem não se submete as suas próprias crenças em atitudes é porque é droga ou veneno e, certamente quem apoia tais coisas não somente é meu adversário como da humanidade. Pois independente de todas as matizes, a religião e a crença de todos fanáticos, extremistas, radicalistas é a mesma, a estupidez.

Enquanto resoluções efetivas não são tomadas para impedir o progresso de grupos como esse, eles tem avançado muitas vezes tendo seus casos praticamente abafados pela mídia ocidental como se nada tivesse acontecendo. Ignoro a ignorância mas isso não deve ser ignorado, pois o conhecimento verdadeiro não condiz com a agressão nem com a ilusão. Não devemos tolerar intolerantes pois conforme o paradoxo da tolerância de Karl Popper (1902-1994) ao mencionar que "a tolerância ilimitada leva ao desaparecimento da tolerância. Se estendermos a tolerância ilimitada, mesmo para aqueles que são intolerantes, e se não estamos preparados para defender uma sociedade tolerante contra o ataque dos intolerantes, então os tolerante serão destruídos e tolerância com eles."

Digo por conhecimento de causa ante aqueles o qual se quer a oportunidade de defender-se é dada a ser submetido covardemente a fim de que nossas liberdades e direitos sejam atacados não como uma mera exceção, mas uma possível jurisprudência. Pois ser obrigado "viver" uma vida de abstinência de direitos essências para que não façam mal a mulheres não é nada diferente ao que acontece no Oriente Médio, assim como outras coisas nojentas que apenas nos usam.


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Gerson Avillez