esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

O Culto aos OVINs

Análise de como o fenômeno OVNI se tornou tão disseminado que gradualmente ao se tornar culto se tornou místico. O Fato comum é que o fenômeno OVNIs se antes resultou em grande influência cultural principalmente nos Estados Unidos por atingir diretamente o imaginário popular não demorou para que a febre torna-se literalmente culto. Diversos tipos de círculos esotéricos que relacionam cristais e outras ‘artes’ tão duramente criticadas por cientistas levantam uma legião não de fãs, mas fiéis dispostos a matar ou morrer por seus ideais, de supostos contatos telepáticos de psicografias com supostos alienígenas onde relatos cientificamente pouco contundentes de habitantes de inóspitos planetas do sistema solar não soam como criaturas típicas de um habitat, mas literalmente espíritos a justificar o único modo de subsistência – mesmo, que não seja este o ponto de discussão.


13132605384454.jpg

O Fato comum é que o fenômeno OVNI se antes resultou em grande influência cultural principalmente nos Estados Unidos por atingir diretamente o imaginário popular não demorou para que a febre torna-se literalmente culto. Diversos tipos de círculos esotéricos que relacionam cristais e outras ‘artes’ tão duramente criticadas por cientistas levantam uma legião não de fãs, mas fiéis dispostos a matar ou morrer por seus ideais, de supostos contatos telepáticos de psicografias com supostos alienígenas onde relatos cientificamente pouco contundentes de habitantes de inóspitos planetas do sistema solar não soam como criaturas típicas de um habitat, mas literalmente espíritos a justificar o único modo de subsistência – mesmo, que não seja este o ponto de discussão. Mas o problema não somente é o inverossímil científico, mas atitudes de extremos como o ocorrido em 27 de março de 1997 onde membros de uma seita ufológica chamada ‘Heaven´s Gate’ (Portal do paraíso) fundada em 1970, que se sacrificaram numa mansão de San Diego, Califórnia. Segundo seu líder Marshall Applewhite a crença de que se morressem no momento da passagem do cometa Halle-Bopp seus membros pegariam carona na cauda do cometa onde residia ocultamente uma nave espacial. Foram 39 os suicídios onde todos os membros vestindo preto com tênis nike parecia mais um sórdido comercial do referido tênis, antes praticavam rituais onde se castravam. O curioso destes que muitas vezes cruzam-se com ciências onde mesmo alguns ufólogos – que naturalmente ainda recebem resistência de ser visto como uma ciência pela monoclatura científica – se associam, mesmo que não se generalize, ufólogos que inclusive analisam os fatores do impacto antropológico sobre a civilização como Vanderlei D'Agostino categoriza muitos destes como charlatões ou os de boas intenções, sob contextos de que forças de outros mundos compelem realizar suas missões neste mundo.

"Pesquisas revelaram que pessoas que não têm vínculos com igrejas, mas afirmam ser religiosas, reagem de maneira especialmente forte à possível vida de extraterrestres. Para elas, a ufologia é uma espécie de religião substituta." Gerald Eberlein

Outra seita que tomou a impressa pela resultante cruel foi a ‘Lineamento Universal Superior’ fundada pela brasileira Valentina Andrade em Buenos Aires com seu marido, o argentino José Teruggi que pregavam que seriam salvos do apocalipse resgatados em naves espaciais, mas em sua “missão” na terra incluíam diversos casos onde crianças de 8 a 14 anos deveriam ser castradas e seus pais mortos, o que teriam ocorrido entre 1989 e 1993, em Altamira, no Pará. Mesmo que segundo depoimentos que ao invadirem a casa destes sob mandato judicial encontrarem fitas onde Valentina em transe dava ordens para matarem criancinhas, estes foram presos em 2003, mas absolvidos por falta de provas sendo presos apenas outros quatros acusados. Valentina que era católica dizia ter ouvido vozes extreterrestres que lhe pedissem para parar de orar e que somente os adeptos de sua seita seriam resgatados do fim eminente. Em seu livro ‘Deus, a grande farsa’ ela ataca diretamente o cristianismo assim como outras religiões, como típica extremista se alegando ser detentora de uma verdade maior, onde alguns dizem ter mesmo envolvimento com rituais de crianças sob alegação de serem encarnações de demônios.

Segundo escrito no dicionário Aurélio Século XXI, a palavra seita significa "doutrina ou sistema que diverge da opinião geral e é seguido por muitos. Um conjunto de indivíduos que professam a mesma doutrina ou uma comunidade fechada, de cunho radical”. Sabendo-se que uma religião verdadeira busca a espiritualidade primeiramente, não o material como foco inicial, logo tal seria uma seita, tem por princípio padrão ante a natureza da sociedade antropológica representar a moral e conte-la por formas de doutrinas e dogmas ante a necessidade do homem em acreditar em algo superior em relação do homem ao sagrado. Essa visão céptica funciona justificando-a como solução para muitos que buscam suprir seus anseios e conter seus medos ao se agarrar em algo maior que as traga paz de espírito. São inúmeras as seitas, grupos e associações ufológicas com tendências religiosas. Um destes exemplos encontra-se a cientologia. Fundada em 1952 pelo escritor de ficção-cientifica L. Ron Hubbard em, que o escritor Lloid Arthur Eshbach o próprio Hubbard teria afirmado que criaria uma religião para ganhar dinheiro indicando caminhos para tal. A cientologia só fora oficializada dois anos depois como religião. Baseando-se nos escritos sobre de Dianética de Hubbard do qual seria uma subdisciplina da cientologia que tem diretas influências no budismo e hinduísmo, tal como na psicologia onde prega-se que o ser humano é o que se determina um "thetan" um ser único de corpo e mente essencialmente bons que buscava a sobrevivência após chegarem a este mundo vindos de outros lugares do cosmos. Na história tipicamente de ficção-cientifica estes teriam chegado quando Xenu líder da "Confederação de Galáxias" formada a 75 milhões de anos os enviou para cá para ser mortos por problemas de superpopulação gerando assim o ser humano. Apesar de se propor desde seu nome como ciência estes se determinam como religião. Porém, muitas personalidades são reconhecidas pelos benefícios psicológicos das ditas terapias da cientologia do qual nomes do porte de Tom Cruise e John Travolta participam como bons exemplos do mesmo.

Na realidade não existe nada de considerado fanático ou extremo tirando-se suas controvérsias a cerca de alguns ex-adeptos que a processam sendo seguido pelo governo norte-americano em que diz perseguir ex-adeptos e além de práticas de lavagem cerebral e ensinamentos iniciáticos apenas compreendidos por membros mais avançados o que caracterizaria como uma característica não de igreja, mas círculo de culto secreto onde outros acusam de cobrar valores extorsivos de sua prática a seus seguidores de US$ 750,00 a US$ 8.000,00.

Muito mais excêntrica encontra-se os raelianos. Fundado em 1975 por Claude Vorilhon, um ex-jornalista esportivo francês que se autodenominou 'Rael' e afirmava ter sido abduzido na década de 70 e após estas experiências teria se transformado no messias, concedendo-lhe a missão de construir uma "embaixada" na Terra para recebe-los levando assim ao motivo da fundação, cuidado de sacerdotes e adeptos e desde então passaram a ter 55 mil membros espalhados em 84 países, inclusive no Brasil. O curioso é que a conceitologia de raios cósmicos conforme descritos podem se enquadrar tanto na Ufologia quanto no esoterismo e ocultismo. Segundo este ainda, criaturas chamadas "elohim" (Deus, em hebraico) teriam sido responsáveis criação do mundo. Entre seus preceitos estariam a da "meditação" sensual que segundo este permitiria aos praticantes alcançar o orgasmo cósmico, uma espécie de magia sexual, sexo cultual.

Estes buscam a imortalidade por meio da clonagem além da eugenia, o melhoramento da raça humana pela genética, o que os levaram a fundar em 1997, a empresa Clonaid, nas Bahamas, para realizar as primeiras suposta clonagens humanas e de sua comercialização pelo preço de US$ 200 mil. Dirigida pela química Brigitte Boisselier disse que utilizaria a técnica fusão de célula adulta com óvulo desnucleado que deu origem a ovelha Dolly. Boisselier chegou anunciar em 27 de dezembro de 2002 o nascimento da primeira menina clonada. Supostamente chamada Eve teria nascido de cesárea com 3,1 quilos às 14h55 (horário de Brasília) do dia anterior, no entanto, tais fatos foram questionados e jamais comprovados e recebendo protestos do Comitê Nacional Francês de Ética onde demonstrou sua indignação ao anuncio duvidoso, resumido por Jacques Montaigut como uma "corrida fantástica em direção à imortalidade, aos bancos de órgãos e aos negócios" que ainda inteirou: "Precisamos proibir a clonagem reprodutiva em todo o mundo. É uma questão que envolve os direitos humanos". A Clonagem humana é proibida em mais de 30 países. Segundo um sócio, o francês Frédéric Lenoir este definiria a seita de seguinte modo: "não se trata de uma seita mortal, porque seu objetivo não é a destruição da pessoa, mas é perigosa por sua ideologia, principalmente por causa da eliminação, pelas manipulações genéticas, das raças consideradas inferiores."

O número de tais seitas se multiplicam em grau, número e quantidade por todo o mundo, dais quais as selecionadas abaixo não tem quaisquer intenção se não revelar a imensa variedade criativa de tais, quanto mais poderosos se tornam, mas inimputáveis e perigosos ficam:

Cultura Racional Surgiu num centro espírita no Meíer em 1935 sob a premissa de movimento cultural por Manoel Jacinto Coelho atraindo inúmeros fiéis nos anos 70 e 80 entre o eles o cantor Tim Maia, com bases no livro 'Universo em Desencanto'.

wwb_img13.jpgComando Ashtar

Baseada na crença de que uma entidade alienígena supostamente irmão de Jesus Cristo - segundo alguns - um "comandante intergaláctico" chamado Ashtar Sheran cujo nome significa "o sol que mais brilha", que seria um alienígena loiro e alto da constelação de Alfa Centauro que surgiu vestindo roupas de astronauta nos anos 50 como modo de evitar que as bombas nucleares destruíssem o mundo colocando em risco o império galáctico. Pertencente a Frota Intergalática - não se sabe ser a mesma pertencente aos Raelianos, cientologias e outros - estabeleceu como contato no Brasil Paulo Fernandes que inclusive escreveu o livro 'O Jovem que se Comunicava com Extraterrestres'.

Grupo Rama A seita surgida no Peru pelos irmãos Sixto e Carlos Paz acabou por criar uma dissidência brasileira quando Carlos brigou com seu irmão ao se mudar pro Brasil resultando no Grupo Amar (anagrama invertido de Rama). O Culto aparentemente pacifico costumava organizar vigílias em locais para aguardar a chegada de OVNI dos quais dizem vir da Constelação de Orion, mas que perdeu a credibilidade por fraudar alguns contatos comprovadamente, deixando de existir posteriormente.

Projeto Portal Fundada na década de 90 por Urandir Fernades de Oliveira em Corguinho (MS) sob o mando da representação alienígena na Terra recebe inúmeras denúncias mesmo de Ufólogos como o presidente da Associação Nacional dos Ufólogos do Brasil, Rafael Cury em que teria "causado grandes estragos na vida de inúmeras pessoas que o procuram na busca de curas e contatos com ETs". Tendo uma ficha criminal, Urandir "profetiza" dizendo que o mundo será castigado por uma grande inundação que não atingirá somente a 'Cidade dos ETs', o lugar onde ele prega.

Trecho do livro "Kriptus: A Ciência do desconhecido" de Gerson Machado de Avillez.


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/sociedade// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Gerson Avillez