esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

LOST: Referências e inspirações ou possíveis explicações?

LOST é sobre um experimento que deveria salvar a humanidade de sua destruição, mas que deu errado, mas o que foi exatamente? Há um culto dominando, mesmo que estes aparentemente estejam em extinção. E parece que os bonzinhos eram os componentes originais do experimento. Fica obvio que os motivos do fracasso da experiência da Iniciativa Dharma na ilha dos olhos fora por causa destes hostis que aparentemente eram os nativos da ilha.


LOST é sobre um experimento que deveria salvar a humanidade de sua destruição, mas que deu errado, mas o que foi exatamente? Há um culto dominando, mesmo que estes aparentemente estejam em extinção. E parece que os bonzinhos eram os componentes originais do experimento. Fica obvio que os motivos do fracasso da experiência da Iniciativa Dharma na ilha dos olhos fora por causa destes hostis que aparentemente eram os nativos da ilha. Apesar do campo de pesquisa se dividir em vários na ilha, certamente o principal era o que estudava e tentava de certo modo usar os campos magnéticos da ilha e os famosos números de uma Equação. Após o projeto fracassar, pois fora dominado pelos Outros na Ilha, a empresa de Halso sob domínio de Thomas Mittelwerk parece obstinada a seguir com o projeto em frente. Isso incluí encontrar a tal ilha e disseminar um vírus. Essa é a ligação do Lost Experience e a série, mesmo que muito de seus personagens jamais tenham se cruzado. O artigo a seguir vai examinar algumas curiosidades de ambos.

Lost-lost-839280_1280_1024.jpg

A Queda do avião: Um dos elementos ainda sem resposta no seriado é o que diz respeito da queda do avião do voo 815 da Oceanic Air Lines. Sabendo-se que chegaram a forjar seus destroços no fundo do mar por outro avião similar, poderia ser uma clara referência ao projeto de eletromagnetismo cujo o tema é tão frequentemente abordado no seriado, mas que nestes casos já como sob domínio em forma de tecnologia do misterioso projeto HAARP de controle atmosférico. O próprio nome da empresa fictícia do avião soa como uma menção a uma destas administradoras destes projetos, a NOAA - National Oceanic and Atmospheric Administration, que detém o projeto Stormfury de controle de tempestades, o que também explicaria os súbitos temporais na ilha. A HAARP (High-frequency Active Aurora Research Project) é uma Expansão do Projeto Montauk. Em teoria projeto de controle do clima, porém seria para controle da mente em massa. Seria essa uma das funções do Dharma? Ainda é fácil se observar semelhanças com o Projeto Philadelphia e até os experimentos de um certo cientista alemão chamado por W.O. Schumann onde prega-se sobre uma pulsação eletromagnética do qual seu desequilíbrio poderia causar doenças e desastres ecológicos e sísmicos, logo mesmo que sendo uma ficção lá tem seus pontos verídicos, fora a importância para outros assuntos. Por sua vez se assemelha ao TRIANGULO DAS BERMUDAS, perímetro da América central onde ocorrem estranhos fenômenos atmosféricos e desaparecimentos de aviões e navios principalmente até a década de 70. Mesmo que não seja lá, a ideia deve ter inspirado... Localizado no MAR DE SARGAÇOS, Mar ao norte do Caribe, coberto de algas de mesmo nome. Inspirador de muitas histórias misteriosas de navegadores ao era do descobrimento, existe um lugar similar, o chamado MAR DO DIABO, uma Região no Japão chamada assim por estranhos desaparecimentos de aviões e navios, muito similar ao Triângulo das bermudas.

A Ilha: Uma das primeiras teorias que surgem como inspiração seria a da TERRA OCA, Teoria defendida por um explorador do XVII em que prega que a Terra seria oca e suas 'entradas' principais seriam nos polos da Terra. Júlio Verne contava uma história de 'ficção' muito similar anos antes, essa hipótese porém for desmentida nos episódios seguintes.

lost-21.jpg

A Iniciativa Dharma: Este primeiro grupo de estudos parece ser uma clara alusão ao Clube de Roma, que parece ser um grupo sério, entre suas propostas está na publicação de um relatório concebido por uma equipe do MIT chefiada por Meadows. Chamado de 'Os Limites do Crescimento' conseguiu vendas exorbitantes em mais de 30 idiomas sendo o livro do tema ambiental mais vendido da história. Pela utilização de modelos matemáticos o MIT demonstrou que o Planeta Terra não suporta as agressões sofridas ao somatório do crescimento populacional, aumento da poluição e outros. Parece entre por menores ter sido um dos inspiradores da série LOST e sua Equação Valenzetti (4-8-15-16-23-42), assim como os "Bad Numbers" tão temidos por Hurley. Fundado em 1968 pelo industrial e académico italiano Aurelio Peccei e Alexander King, cientista escocês.

Os Hostis: Este grupo supostamente utilizaria de inseminação artificial, usando crianças sequestradas em projetos de controle da mente como MK-Ultra, tal como visualização remota e etc, é uma clara referência aos hostis cujo seu modus operandi se identifica claramente com os "extintos" Templários e o bizarro Nobreza Negra, inclusive nos rituais.

BAD NUMBERS

Já sabemos que os números que tanto aparecem na série, são de uma equação criada por um cientista fictício, ela mediria os fatores da possibilidade do fim da humanidade se aproximar. E sempre acabam presentes em diversas situações, certamente abaixo essas foram uma das inspirações para a criação destes números:

DIVINA PROPORÇÃO: Também conhecido como PHI e Proporção Áurea é representada pelo número 1618, resultante da sequência Fibonacci, é onipresente na natureza.

FIBONACCI, sequência: Sequência no qual a soma dos termo adjacentes se equivalem ao próximo. Ex: 1-1-2-3-5-8-13-21.

EQUAÇÃO DE DRAKE: Criada por Frank Drake é uma equação que calculam a possibilidade de vida extraterrena no universo.

Onde aparecem os números juntos:

-Na entrada da escotilha para "O Cisne".

-No remédio que Desmond injeta no seu braço.

-No frasco com o qual Claire recebeu uma injeção na Estação Médica.

-Como senha para o Computador do Cisne.

-Ditos por Leonard Simms no hospício.

-Quando Hurley passa por seis jogadoras de futebol no aeroporto, cada uma delas possui um dos números na camiseta.

-Quando o carro de Hurley quebra é mostrado o velocímetro indo de 16 para 15, para 8 e para 4 km/h. O painel do carro também mostrava uma temperatura de 23°C, e 42 Km no odômetro.

-São os números da loteria utilizados por Hurley.

-Uma transmissão dos números levou Danielle para a ilha.

-As anotações de Danielle continham os números escritos 7 vezes, junto com uma fórmula matemática.

-No mapa da porta de isolamento da estação o Cisne

-No carro da polícia de Los Angeles no episódio "Two for the Road"

-Hurley vê "Os Números" escritos na parte lateral do avião no episódio

O Azar de Hurley: O azar de Hugo "Dude" Hurley só poderia ser explicado pela LEI DE MURPHY, uma ideia ocasional vinda de George Nichols e Murphy, no qual se prega que mesmo se diagnosticado todos os possíveis erros numa maquina (por exemplo), algo sempre poderá sair errado. Bem, pelo menos cientificamente isso explicaria o azar de Hurley.


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/geral// //Gerson Avillez