esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Graduando em pedagogia, bacharel em teologia. Conservador moderado de direita com tendências anarcopacifistas como crítica à corrupção e abusos de poder, e asperger por natureza. Homo Kaber Viven, natural do Rio de Janeiro. Hominídeo bípede de hábitos onívoros e graduando teologia. A pedra no rim do capeta, o dragão na garagem dos pseudos, a pulga atrás da orelha de Nietzsche, o calo nos pés do mau vidente. Membro do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) Autor de 20 livros até 2015 de Corpus Ad Ventus sua Magnus Opus. Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

Tesla: A Mente Previu O Futuro

Muito mais que o aparente, Nikola Tesla nos deixou um legado inexorável o qual devemos honrar pelas memórias de seu trabalho. Ainda que não tenha prevalecido seus ideias humanistas de energia livre, neste breve artigo examinaremos como ele antecipou tecnologias, inclusive, aquelas o qual alguns julgam ser especulativas, mas que evidentemente seu nome não fora honrado em seus ideias ao serem usados com fins pouco nobres.


Nikola Tesla por muitos anos esteve quase encoberto pelo malévolo ostrancismo por não seguir as regras do jogo global econômico. Mas aos poucos sendo relembrado e tendo seus feitos resgatados parecem emergir não somente uma mente singular capaz de proezas, mas uma personalidade humanitária e afeita a causa social. De modo honesto aos íntegros temos obrigação de zelar pela memória e frutos dessa mente extraordinária.

A contribuíção inexorável de Nikola Tesla vai além do que realizou, mas previu acontecer através de um intelecto afiado e maior parte do tempo correto. Tornou-se percetível a luta de alguns, por vezes referida por ele mesmo, como "forças obscuras" a impedir suas realizações inicialmente por motivos econômicos - ainda que em sua autobiografia, Tesla afirme que J.P.Morgan não lhe desejou atrapalhar - o que fica evidente tratando-se de seu desejo de tornar energia livre e sem cabos para todos, o que hoje não é uma realidade.

Rumores de que sua morte teria sido até mesmo induzida por uma trama insidiosa a fim de surrupiar suas patentes são comuns em vista que algumas tecnologias por ele ditas somente hoje surgem. A exemplo da HAARP, Tesla parecia claramente aludir a uma tecnologia climática capaz de alterar o tempo ainda que imaginada por ele com usos benévolos:

"O Sol ergue a água dos oceanos e os ventos a levam a regiões distantes, onde ela permanece num estado de equilíbrio delicadíssimo. Se pudêssemos perturbar esse equilíbrio onde e quando quiséssemos, essa poderosa corrente de vida poderia ser controlada voluntariamente. Poderíamos irrigar desertos áridos, criar lagos e rios e oferecer potência motriz em quantidades ilimitadas." Pág.76-77

N.Tesla.JPG Nota-se que mesmo teóricos da conspiração mencionam vivamente uma corrida que leva a um outro tipo de guerra, a climática.

"Os cientistas soviéticos... investigaram o trabalho de Tesla em busca de possíveis aplicações bélicas. Eles se aprofundaram nos mistérios do electromagnetismo, aparentemente obtendo um considerável avanço em relação aos EUA... O bombardeio da Embaixada americana em Moscou com energia de microondas foi possivelmente um desenvolvimento dessa pesquisa; o misterioso sinal de rádio 'Pica-Pau Russo' é provavelmente outro... O bicentenário da Revolução Americana foi comemorado em 4 de julho de 1976. Os soviéticos soltaram alguns de seus próprios 'fogos de artifício" iniciando uma série de transmissões de rádio que ficaram conhecidas entre os radioamadores de todo o mundo como 'Pica-pau Russo'. O sinal Pica-pau parece ter vindo de um modelo antigo de um dispositivo (onda escalar) que usava o Transmissor Ampliador de Tesla... Esses sinais eletromagnéticos estavam na faixa de 3 a 30 MHz e geralmente pulsavam em uma freqüência liga-desliga de 10 por segundos, o que dava ao sinal a característica de uma batida rítmica, o que fez com que ele fosse chamado de "Pica-Pau Russo'. Ainda não está claro para que os soviéticos estavam usando esse sistema. Embora os sinais tenham parado periodicamente, esse sistema parece estar operacional até hoje." [HAARP: The Ultimate Weapon of the Conspiracy, Jerry E. Smith, págs. 59, 66-67].

Tesla, sobretudo mencionava um 'Sistema Mundial' de transmissão de energia o qual em suas palavras "torna possível não somente a transmissão sem fio instantânea e precisa de qualquer tipo de sinal, mensagem ou caractere, para todas as partes do mundo, mas também a interconexão das estações transmissoras de telégrafo, telefone e outros sinais, sem qualquer mudança em seu equipamento atual. Com ele, por exemplo, um assinante de telefone pode ligar para qualquer outro assinante da Terra. Um receptor barato, não maior que um relógio de pulso, permitirá que se ouça em qualquer lugar, em terre ou no mar, uma conferência proferida ou uma música tocada em qualquer outro lugar, por mais distante que seja."

Tesla_Sarony.jpg

O trecho que remete sua autobiografia não somente é precursora da telefonia celular e das transmissões de telecomunicações, e ainda que não houvesse satélites e computadores em seu tempo, não seria preciso muito esforço para que Tesla concluísse tais como uma tendência comum. Sobretudo parece dar vitalidade a teorias que remente as linhas ley esoterizadas por ter sido praticas comuns da antiguidade, o qual se livros como 'As Digitais dos Deuses' de Graham Hancok estiver certo, talvez um tempo no passado já houvesse tal sistema muldial de energia sem fios.

“Quando [a conexão] wireless for perfeitamente aplicada, a Terra inteira será convertida em um enorme cérebro, o que na verdade é, sendo que todas as coisas são partículas de um conjunto real e rítmico. Seremos capazes de nos comunicar uns com os outros instantaneamente, independentemente da distância. Não só isso, mas por meio da televisão e da telefonia vamos ver e ouvir uns aos outros tão perfeitamente como se estivéssemos frente a frente, apesar de intervirem distâncias de milhares de milhas; e os instrumentos através dos quais seremos capazes de o fazer serão incrivelmente simples em comparação com o nosso telefone atual. Um homem será capaz de transportar um no bolso do seu colete”. Nikola Tesla

Para compreender o trabalho de Tesla que muitas vezes seguiu com máximo esforço a baixo custo de lucro, seria preciso compreender o que engloba numa visão ampla de um mundo muito melhor do que é hoje: repleto de cabos elevados que poluem a beleza e encarecem o custo a fim de sustentar mega-corporações, entre tanto mais.

Bibliografia: Minhas Invenções - Tesla, Nikola (2012) - Editora Unesp


Gerson Avillez

Graduando em pedagogia, bacharel em teologia. Conservador moderado de direita com tendências anarcopacifistas como crítica à corrupção e abusos de poder, e asperger por natureza. Homo Kaber Viven, natural do Rio de Janeiro. Hominídeo bípede de hábitos onívoros e graduando teologia. A pedra no rim do capeta, o dragão na garagem dos pseudos, a pulga atrás da orelha de Nietzsche, o calo nos pés do mau vidente. Membro do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) Autor de 20 livros até 2015 de Corpus Ad Ventus sua Magnus Opus. Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp //Gerson Avillez
Site Meter