esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo

Delírios do Poder

Por que são comuns casos de ditadores serem tão excêntricos? Pelo que mais incrível que aparenta o poder parece estabelecer uma relação incestuosa com os delírios da loucura. Nesse breve artigo examinaremos alguns exemplos de absurdos cometidos pelos regimes ditatoriais autoritários e totalitários.


Ao olharmos para a Coréia do Norte, um dos regimes mais fechados do mundo, vemos como o excentricismo de um poder funesto se reflete em exigências e atitudes de seu ditador a surgirem com relatos escapados de boatos à fatos comprovados inóspitos, mas a indicar que não somente nessa ditadura comunista, mas a história em geral, registra inúmeros outros casos de ditadores excêntricos e ordens e leis bizarras. Aparentemente a medida que cresce o autoritarismo mais inóspito e inverossímil fica suas prerrogativas, atitudes e ideias, algo que as vezes lembra os pesadelos de George Orwell e ora os supera. O acúmulo crescente de poder evidencia-se como uma severa deturpação da moral e da verdade.

Podemos enumerar os fatos mais bizarros só da Coréia do Norte como lançar papéis higiênicos usados na vizinha do sul à rumores de que ao alegar que seria um pais sem doentes mandaria matar todos os deficientes e portadores de doenças graves, ou quem sabe supostamente transmitir um vídeo nos poucos canais disponíveis (todos estatais) onde a Coréia do norte estaria na final da copa de 2014 com o Brasil. Seu ditador Kim Jong-un teria até mesmo mandado matar o próprio tio e com ordens de apaga-lo dos anais da história de seu pais como se nunca tivesse existido exatamente como Orwell dizia em seu livro '1984'.

Saddam_Hussain_Iran-Iraqi_war_1980s.jpg

Algo similar aconteceu durante o mando do ditador Saddan Hussein no Iraque ao propor eleições cujo o resultado deu os inacreditáveis 100% de votos dos eleitores - façanha que nem Deus logra sucesso. O fato é que os ditadores parecem estarem totalmente intoxicados pelo poder de modo a sofrerem alucinações delirantes a medida com que ele se torna totalitário e autoritário, surgem então proposições como a de que seu partido é 100% incorruptível - ato que sabemos perfeitamente não ser possível em qualquer partido, empresa, instituição ou organização.

Kim-Jong-un-012.jpg

Mais conhecido de todos temos outro vencedor de delírios, o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores, popularmente conhecido como nazismo, Este não somente fez experiências espúrias com seus perseguidos como tingir olhos com corantes azul ou costurar pessoas em seus vasos sanguíneos para tentar criar siameses, mas de propor previsões do tempo a longo prazo baseados na teoria do gelo universal conhecida como Cosmogonia Glacial ou Welteislehre - Sim, baseada em antigos mitos criacionistas nórdicos - sabemos que mesmo Adolf Hitler tinha hábito sexuais bizarros onde para ter relações sexuais deveria haver violência e envolver supostamente até mesmo fezes.

adolf_hitler_20100527_1185227214.jpg

A ideia de inferioridade racial parece até amena mediante tais prerrogativas, mas menos conhecido temos o exemplo de um ditador Pol Pot (Saloth Sar, líder comunista do Khmer Vermelho no Camboja) o qual mandou matar todos que usavam óculos por acreditar que estes seriam intelectuais. Se formos seguir a linha destes insanos pelo poder atravessando-a em retrocesso ao tempo vemos outros inúmeros casos de ordens e leis sinistras indicando que o poder parece as vezes estabelecer uma relação incestuosa com a loucura. Você lembra de alguma bizarrice dos tiranos? Deixe nos comentários.


Gerson Avillez

Fotógrafo e homem da prática de letras nas horas vagas, teólogo e pedagogo por formação, filósofo autodidata e por vocação. Descendente direto do Tenente-General Jorge Avillez, portador da Síndrome de Aspeger, trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, tendo fotos publicadas em jornais do Rio de Janeiro. Posteriormente trabalhou na Rede Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI especialmente na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), tendo escrito artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, Primeiro Capítulo e é autor de destaque da Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tem 21 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Editora Multifoco).Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Gerson Avillez