esquina do Óbvio

Porque a genialidade está à esquina do óbvio

William Fontana

Pseudônimo literário do novelista, contista e ensaista Gerson Machado de Avillez, fotógrafo, teólogo, filósofo e pedagogo por formação. Portador da autismo com dupla excepcionalidade (superdotado), trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, com fotos publicadas em jornais cariocas e em diversos sites. Posteriormente trabalhou na Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica), Academia Internacional de Literatura Brasileira número 408, UBE (União Brasileira de Escritores), Academia Independente de Letras (Ordem Scriptorium) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), escreveu artigos para a Revista Somnium, teve mais de 50 contos selecionados e publicados na Revista Litera, site Maldohorror, Primeiro Capítulo, Site CLFC, Conexão Literatura, Revista Literomancia, Creepypasta Brasil e nas antologias Arte do Terror: História e Apocalipse, Mirage, Nemephile, assim como autor da semana com artigos de destaque na Obvious Mag e Louge. Autor de teorias filosóficas sobre o tempo e o Ethos, finalista de diversos concursos literários, tendo os contos 'O Poço' (2017) e ‘Inominável do Além’ (2018), 'Império de Tendor' (2019) e 'Assassino do 7' (2020) selecionados como um dos melhores de seus respectivos anos pela revisa Litera Livre. Tem 35 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções), 'Síndrome Celestial' (2013 - Ed. Multifoco) e 'O Império do Tempo' (2021).

Casos de Supostos Viajantes do Tempo

Dentre lendas populares há supostos Ooparts, viajantes do tempo ou possíveis origens dos OVNIs como tais. Nesse artigo iremos discutir alguns dos principais casos de auto-alegações de pessoas que seriam viajantes no tempo, dos casos mais absurdos aos mais intrigantes.


do_you_really_want_immortality_by_chryssalis-d30m221-768x768.jpg

Dentre lendas populares há supostos Ooparts, viajantes do tempo ou possíveis origens dos OVNIs como tais. Todavia, muitos dos Ooparts foram identificações errôneas, assim como inúmeras fotos de alegados viajantes do tempo (dentre os que assim se apresentaram) uma série de revelações do futuro que se provaram erradas, vagas e genéricas e nunca apresentaram-se quaisquer evidências válidas que qualifique as afirmações. Assim em muitos casos se provam charlatões. A primeira história conhecida de viagens no tempo pode ser encontrada na bíblia, no livro de Daniel quando este recebe a visita de um anjo na beira do rio. O anjo levaria este a contemplar os eventos vindouros, similarmente ao ocorrido com o apóstolo João, na ilha de Patmos ao escrever no seu exílio o livro de Apocalipse. O segundo relato mais antigo pode ser encontrado no Mahabharata o qual um personagem ao viajar ao mundo de Brahma para pedir conselhos ao retornar encontra a Terra tendo passado muitos anos pelo fato do tempo no mundo divino passa muito mais devagar, diferentemente ao da Terra. Ainda que estes precursores tal como as profecias atestem os primeiros conceitos de viagem no tempo (no Mahabharata alude a teoria da relatividade milhares de anos antes!) muitos consideram mitos como as teorias conspiratórias do Experimento Filadélfia/Projeto Montauk (de 1943 para 1983). A seguir separo uma lista de alguns desses supostos viajantes do tempo:

John Titor: Alegando vir do ano 2036 ele começou a postar em foruns como "BBS Art Bell" na internet, em 2000, sob o nick de TimeTravel_0. Alegava ter voltado no tempo para adquirir um IBM 5100 capaz de decupar linguagens de programação.

Não Identificado: Alegando vir de 2062 para o Japão de 2010, o homem que dizia ter 39 anos, 1.78 cm de altura, 72 kg afirmava que no futuro contatos com alienígenas, viagens espaciais e carros voadores serão comuns e as pessoas andariam saltando como se fossem com molas.

Desconhecido : Tnonline, 27 de setembro, 2016. Homem afirma ser viajante do tempo de 2062 e faz previsões de como o mundo será no futuro.

Desconhecido: Sem se identificar ou mostrar o rosto em 2018 um alegado viajante do tempo diz fazer parte de um projeto de viagens no tempo iniciado em 1990 e foi para o ano 6000 com um amigo que lá ficou por ter transferido sua mente para a realidade virtual. O mesmo afirma que para evitar perseguições apenas se revelará em 2028.

Orrin: Alegando ser um cyborgue que veio de 2050 afirmou num programa que vivemos manipulados numa simulação virtual.

Desconhecido: um Homem alegando que veio do futuro para falar sobre o fim da espécie humana: 'Estão mentindo para nós por meio de esquemas de propaganda para nos odiarmos'.

images.jpeg

Billy Meier: "Billy" Eduard Albert Meier, um suíço que alegam em entrevistas e publicações, como seu livro Message from the Pleiades, que ao ter contato com alienígenas teria viajado não somente a outros mundos como ao futuro e passado disntantes com os Pleiadianos. De supostos contatos com Jesus em sua época ostenta várias fotos que, no entanto, foram demonstradas como fraudes em inúmeros artigos.

Abaixo mais alguns inúmeros casos... Em 1901 a reitora e vice-reitora do St. Hugh’s College em Oxford, respectivamente Anne Moberly e Eleanor Jourdain, teriam viajado ao a época da revolução francesa, onde um texto póstumo alega terem interagido com pessoas na corte de Maria Antonieta.

Andrew Carlssin seria um homem que ao ter sido supostamente preso pelo FBI em 2002 por fraudena bolsa de valores teria confessado ter vindo de 2202 com informações privilegiadas para tais feitos ainda que nunca tenha se provado o caso ser real.

Diversas pessoas parecem ter relatado que ao atravessarem a Rua Bold, em Liverpool, na Inglaterra teriam viajado as décadas de 50 e 60. Caso novamente sem qualquer provas da veracidade.

Hakan Nordqvist teria supostsmente atravessado uma distorção temporal na cozinha quando teria encontrado ele mesmo mais velho.

VonHelton um conspiracionista de alienígenas e que se dizendo meio vampiro disse em seu canal do Youtube que viajou ao passado, na Inglaterra em 1857, na França em 1916 e para a Alemanha em 1945.

Rudolph Fentz um homem que após ter sido encontrado desorientado fora atropelado em 1950 vindo a encontrar em seu bolso moedas de 1847. Ao que tudo indica ele seria supostamente um homem que sumiu em 1876.

Fontes:

Megacurioso de 19 de janeiro de 2018, Daiana Geremias.

Jornal O Dia, 28 de fevereiro de 2020.

Ceticismo Aberto, 20 de julho de 2009, O caso de Billy Meier: Mais provas conclusivas de fraude.

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/John_Titor


William Fontana

Pseudônimo literário do novelista, contista e ensaista Gerson Machado de Avillez, fotógrafo, teólogo, filósofo e pedagogo por formação. Portador da autismo com dupla excepcionalidade (superdotado), trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, com fotos publicadas em jornais cariocas e em diversos sites. Posteriormente trabalhou na Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica), Academia Internacional de Literatura Brasileira número 408, UBE (União Brasileira de Escritores), Academia Independente de Letras (Ordem Scriptorium) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), escreveu artigos para a Revista Somnium, teve mais de 50 contos selecionados e publicados na Revista Litera, site Maldohorror, Primeiro Capítulo, Site CLFC, Conexão Literatura, Revista Literomancia, Creepypasta Brasil e nas antologias Arte do Terror: História e Apocalipse, Mirage, Nemephile, assim como autor da semana com artigos de destaque na Obvious Mag e Louge. Autor de teorias filosóficas sobre o tempo e o Ethos, finalista de diversos concursos literários, tendo os contos 'O Poço' (2017) e ‘Inominável do Além’ (2018), 'Império de Tendor' (2019) e 'Assassino do 7' (2020) selecionados como um dos melhores de seus respectivos anos pela revisa Litera Livre. Tem 35 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções), 'Síndrome Celestial' (2013 - Ed. Multifoco) e 'O Império do Tempo' (2021)..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// //William Fontana