Natany Pinheiro

Não há pessoa nesse mundo que me entenda. E eu, pra contrariar, entendo tanto de todos, que prefiro me distanciar. Escrevo para organizar meus anseios, minhas angústias. Escrevo para trair minha própria afirmação, na esperança de um dia ser entendida.

A vida pede coragem

Não nos acovardemos. A vida pede coragem!

a vida pede coragem.jpg

Há muito mais questões entre a vontade de fazer algo e o ato de realizar essa ação do que possamos imaginar. O problema é que a nossa consciência – covarde que é, anda nos escondendo tudo.

A nossa vontade fica ali, guardadinha entre nossos sonhos de adolescência e aquela estabilidade que tomou conta da gente desde que nos enxergamos adultos.

Essa tal de responsabilidade que vem com a idade deveria se chamar estraga prazer, afinal, não há nada mais broxante do que ter que abrir mão de um sonho por causa da obrigação de manter um trabalho ou da necessidade de pagar as contas.

Parece que crescemos só para isso: cumprir papéis delimitados por gerações anteriores a nós. Estudar, trabalhar, formar uma família, trabalhar mais, adquirir doenças e, por fim, morrer.

Como se a nossa história já tivesse sido escrita antes mesmo de nascermos e como se, covardes que somos, levássemos isso tão a sério que nada, nem ninguém conseguisse nos tirar dos trilhos.

Não que haja problema em seguir esse roteiro – não há. Assim como não deveria haver problemas para quem decide não seguir o fluxo, para quem escolhe ser feliz não construindo uma família ou deixando para fazer isso daqui 20 anos. A vida não deveria ter regras.

Mas a verdade é que o que nos falta é coragem. Não há destino, carma ou maldição, apenas covardia. O que falta é cada um tomar as rédeas da própria vida, deixar de lado tantos padrões e seguir aquilo que lhe faz bem. Seja no âmbito familiar, profissional ou pessoal. 

Que é muito mais fácil lidar com a estabilidade - ah, isso não tenha dúvidas! Mas quem foi que disse que há graça em ficar parado? O medo quer nos segurar até o fim e no fim de tudo só restará a vontade de ter feito, sentido, vivido.

Não nos acovardemos. A vida pede coragem!


Natany Pinheiro

Não há pessoa nesse mundo que me entenda. E eu, pra contrariar, entendo tanto de todos, que prefiro me distanciar. Escrevo para organizar meus anseios, minhas angústias. Escrevo para trair minha própria afirmação, na esperança de um dia ser entendida. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Natany Pinheiro