exorbito

Devaneios e impressões de gaveta

Fabiana Lights

Estou ligada num futuro blue.

O Adorável Desastre por Fabiano Alvez

A desintegração do moderno se inscreve na perspectiva do artista Fabiano Alvez, que elenca em seu trabalho os questionamentos emergentes de um cotidiano complexificado, que transcorre aos dias.


554007_553233858045398_1422826777_n.jpg

Defronte ao milenar espelho do tempo a humanidade questiona seu reflexo indefinido, instável e, agora, solúvel. Diluir-se é a metamorfose sagrada, e se constitui enquanto temática do quadrinista Fabiano Alvez, que traz em seus quadrinhos os questionamentos de uma geração que se ergue em desconstruções e dilemas do existir. A transmutação da sociedade líquida, agora vaporiza em redes e compartilhamentos individualistas que procuram se afirmar perante identidades. O ir e vir dessas identidades é permitido, mas tão complexo quanto se possa imaginar.

A fragmentação narrativa e visual utilizadas pelo artista retomam bem a temática, são pedaços interdependentes de um quebra-cabeça que se organiza caoticamente. É preciso revelar suas camadas discursivas, adentrar nas significações que clamam por entendimento e ouvir a voz que se constitui frente aos olhos.

936374_521858381182946_81651511_n.jpg

1375943_594099530625497_286222377_n.jpg

“ Essas inquietações são cada vez mais intrínsecas de qualquer ser humano em qualquer lugar do mundo. As formas de poder, as relações, a tecnologia, tudo isso é retratado exatamente porque o cenário atual é o do questionamento. Minha intenção não é oferecer um retrato analítico, e nem tampouco vislumbrar alguma solução pra determinado problema. Minha intenção é compartilhar uma perspectiva e muitas vezes acontece dela ser inconclusa, acontece de ser só uma pergunta, ou só mesmo uma experiência perceptiva” - Diz o artista.

1393634_587267651308685_984463068_n.jpg

1013335_644826612219455_408544664_n.jpg

Entrelaçar é o dilema.

Conectar-se em um mundo global é o grande paradoxo que talvez repouse na instância máxima que nos move: a necessidade em estabelecer contato com o Outro e, deste modo, definir as superfícies que integram o Eu. As relações que se intercalam frente a tela são melancólicos suspiros de um mundo que se cria a cada clique, na instância mais longa, no segundo mais curto, no eco que reverbera pela História.


Fabiana Lights

Estou ligada num futuro blue..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Fabiana Lights