Richard Ybars

Paisagens barrocas, grafadas em linhas retas: Pois o conteúdo deve ceder à forma

  • centauro giambologna2.jpg
    A sombra e o centauro

    Sombras que esclarecem, luzes que ocultam: Sobre um aprendiz de relojoeiro, numa noite insone, esgueirando-se entre vãos.

  • tambor.jpg
    As vitrines de Eugène Atget: a cidade, o fotógrafo e seus simulacros

    A série de fotografias de vitrines de Eugène Atget (1857-1927) denuncia uma forma de alienação constitutiva dos tempos modernos: Vultos espectrais, sorrisos cadavéricos e olhares pornográficos são os signos manifestos de uma Paris às voltas com as contradições que a atravessavam.

  • necromon v.jpg
    A carne e o aço de H. R. Giger

    Sondas que escavam corpos, falos que semeiam morte, simbióticos unidos pela dor e gozo: A obra de H. R. Giger (nasc. 1940) explode as fronteiras entre o corpo e a máquina, instaurando um cenário pós-apocalíptico em preto, branco e alguns poucos tons de cinza.

  • farmer edit.jpg
    Manzanar: Um Ansel Adams sem tripé

    Maciços imponentes, canyons que rasgam a terra, geysers que explodem com violência: A obra fotográfica de Ansel Adams (1902-1984) costuma ser associada a paisagens solitárias, signos impactantes de uma América selvagem. Mas, em alguns momentos de sua carreira, o inventor do rigoroso “sistema de zonas” precisou abdicar do tripé e das câmeras de grande formato, realizando reportagens onde o motivo principal viria a ser o próprio homem.

  • karl lanca.jpg
    Karl Blossfeldt: fotografia, design e uma ideia fixa

    Durante trinta anos, o escultor alemão Karl Blossfeldt (1865-1932) registrou mais de seis mil fotografias de plantas. O esmero técnico e a cuidadosa composição desses registros fizeram com que fosse aplaudido como um artista de vanguarda. Apesar disso, esse obstinado professor de artes industriais dizia que o seu trabalho fotográfico possuía apenas um valor didático.

Site Meter