faíscas

Do simples ao complexo, do real ao abstrato e umas faíscas de ideias.

Jonas Sakamoto

Jonas Sakamoto é descendente da Terra Nipônica, graduando em Jornalismo, guitarrista, cinéfilo, apaixonado por música e fotografia. Ás vezes viajante, mas segue a vida 'paciente, confiante, intuitivo'

Razão vs Emoção

Um ensaio de uma batalha épica, que desde os primórdios que têm como protagonista algo inexplicável, e que nos remete ao interior de cada ser humano. Nesta discussão não existe sexo, religião, cor e afins, é um tema que envolve nuances capazes de mostrar ou iludir opiniões e anseios do nosso simples dia a dia.


Thumbnail image for Thumbnail image for ReasonVsInstict_by_Onikaizer_Faiscas2.jpgImagem: Reason Vs. Instinct by ~Onikaizer Desde que o tempo é tempo, nos pegamos em situações, dilemas e embates que culminam no tema que aqui é abordado. Quem nunca teve um grande amor, ou teve que tomar uma decisão fria, ou até mesmo simplesmente deixou as coisas seguirem o rumo natural do que chamamos vida. Pois é, dizem que algumas coisas simplesmente não são feitas para entenderem, mas sim para entregar-se ao acaso.

Na nossa vida, encaramos devaneios que para uns beiram os trilhos distantes da lógica, para outros, algo um tanto norteado, mas será que a vida é mesmo para ser entendida? Existem aqueles que seguem suas vidas como um documento fichado, em que existe um manual para ser entendido, e que seguindo ele a vida se torna lógica e simples de se levar.

Imagem: Emotion by ~Aeoll ReasonbyAeoll_Faiscas.jpg Razão significa ser lógico, objetivo, sem ligar para as consequências e agir de forma eficaz. Correto, mas quando aplicado em outra pessoa, será válida esta definição? Afinal, já dizia uma das Leis de Newton: Toda ação, tem uma reação. Será que uma pessoa que segue a risca este manual terá grande parte de sua vida algo extremamente controlado e eficaz, em que situações, pessoas e a mente são algo para não ser levado tanto em conta assim, uma vez que os fins justificam os meios?

Emoção significa ser impulsionado por algo que simplesmente não tem explicação, é literalmente uma força abstrata que vem de dentro pra fora e às vezes sobrepõe de forma magnífica os ditames da razão? Pois bem, claramente existem aqueles que dominam e muita das vezes são dominados por esta emoção. Seja nos extremos como amar e odiar, gritar ou chorar, e também do êxtase ao limbo de nosso interior.

realemotion_by_Qa9ed2000_Faiscas.jpgComo sem o claro não existe o escuro, o negativo e o positivo, a alegria e a tristeza, o bem e o mal, o yang e o yeng, a noite e o dia, o preto e o branco, o herói e o vilão, o ocidental e o oriental, o certo e o errado, reside a razão e a emoção. Ou seja, algumas coisas na nossa vida não são feitas para entender, elas simplesmente acontecem, e o que realmente importa é o que você se delicia e aprende com isto. Porque a vida é feita para viver, nada mais e nada menos (olha os extremos de novo, irônico não?).

São muitas perguntas e inúmeras respostas, mas o que molda este artigo, assim como o tema, é a reflexão disto. A vida é só uma, e o que importa é que no mínimo, a gente tem que fazer valer a pena.

*última imagem: Imagem: real emotion by ~Qa9ed2000


Jonas Sakamoto

Jonas Sakamoto é descendente da Terra Nipônica, graduando em Jornalismo, guitarrista, cinéfilo, apaixonado por música e fotografia. Ás vezes viajante, mas segue a vida 'paciente, confiante, intuitivo'.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Jonas Sakamoto