feminalis

Um pouco da essência feminina

Carlos Mion

Terapeuta neuropsicanalista e coach com ênfase em comportamento feminino, palestrante, escritor, neurocientista clínico, e advogado. Minha missão é utilizar o que eu sei para fazer a vida de alguém melhor. Assim tudo valerá a pena.

Quando a intolerância dá uma rasteira em você

Em todo lugar, a qualquer momento, a indiferença acaba afetando a vida de alguém. Tolerar o que é diferente é um grande desafio, eu sei, mas até que ponto devemos agir como seres maldosos, egoístas e covardes apenas para manter um status de ser purificado e correto.

Paulo tem pós-doutorado. Trabalha honestamente há mais de 15 anos. Todos que o conhecem elogiam seu caráter e altruísmo. Paulo quis se hospedar em um hotel com sua família e aproveitar as férias em uma cidade turística. A intolerância não o barrou na entrada do hotel. Paulo é negro.

Beatriz é aluna do curso de medicina. Seu sonho, após terminar os estudos, é sair pelo mundo ajudando pessoas carentes que não possuem acompanhamento médico. Beatriz foi a um restaurante conhecido almoçar com sua namorada. A intolerância exigiu que Beatriz não demonstrasse qualquer gesto de carinho em sua companheira, ou seria obrigada a sair do local. Beatriz é homossexual.

Fernanda é cozinheira em uma escola pública, e todos os finais de semana realiza trabalho voluntário em asilos para idosos que foram abandonados pela família. Fernanda quis começar um relacionamento novo, queria um companheiro para recomeçar. A intolerância disse que Fernanda não serve para se relacionar. Fernanda é mãe e está solteira.

Antônio está desempregado. Para sustentar a família faz de tudo um pouco. Conserta aparelhos eletrônicos, faz reformas em casas, vende frutas pelas ruas. Antônio foi a uma entrevista de emprego. Era uma boa oportunidade e ele estava confiante. A intolerância disse que não poderia aceita-lo por causa do seu passado. Antônio é ex-presidiário condenado por furtar comida em um supermercado para alimentar seus filhos.

Osama Abdul Mohsen é um pai de família como tantos. Nasceu na Síria e por muito tempo vivenciou um clima de guerra enquanto treinava times de futebol. Mohsen decidiu partir do seu país que está em guerra e salvar sua família. Fugiu e ultrapassou à pé as fronteiras de outro país. A intolerância, loira e com câmera na mão, deu uma rasteira em Mohsen e seu filho. Osama Abdul Mohsen é refugiado.

alx_mundo-sirios-agredidos-cinegrafista-20150916-02_original.jpeg

Não adianta você querer se enquadrar em um perfil perfeito. Não importa a sua religião, não importa sua opção sexual, não importa os erros do passado ou em que local do mundo você tenha nascido. A intolerância pode um dia chegar até você, e travestida de um rostinho bonito, pacífico e correto, ela vai esmagar a sua identidade, e ao tomar sua consciência, ela vai ganhar força sempre que você achar que as suas regras morais devem se sobrepor a qualquer outra vida neste planeta.

PAZ! Que todos a tenham algum dia.

P.S.: Sintam-se convidados para ler meus outros textos e me adicionar nas redes sociais. Os dados estão na descrição do autor.

Pin it on Pinterest

Carlos Mion

Terapeuta neuropsicanalista e coach com ênfase em comportamento feminino, palestrante, escritor, neurocientista clínico, e advogado. Minha missão é utilizar o que eu sei para fazer a vida de alguém melhor. Assim tudo valerá a pena. .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Carlos Mion