Eunice Pimentel

eunicepimentel

Eunice Pimentel

Escrevo desde que me apercebi que a essencia humana está muito mais além daquilo que os nossos olhos alcançam. Escrevo desde que me apercebi que o espelho não mostra nada mais do que um reflexo, um reflexo de uma imagem apenas:reflexo de uma imagem redutora e incompleta: o corpo.
Escrevo desde que o meu pensamento adquiriu a maturidade da rebeldia no seu auge: Com 16 anos analisava o mundo à exaustão, não me identificava com quase nada e era na escrita que me refugiava, por vezes me encontrava e outras me perdia. 20 anos depois é na escrita que me refugio, é nela que me encontro, me perco, me encontro e me perco. É na escrita que faço de eu, do eu que faço na escrita a escrita que eu tenho e sou e é minha.
Quero saber se o que eu tenho a escrever, que tenho e escrevo, presta, vale, se é mais do que eu apenas, se é eu e o todo ou o eu no todo.

Últimos artigos publicados

Mais artigos publicados