Gui Mendes

Vence por pontos e não por nocaute

O caminho

Uma quase ode ao primeiro dos beijos.


my girl.jpg

há de haver um caminho que ainda não trilhei

de todos és o mais curto

sendo o mais genuinamente intenso

neste piscar de olhos que atravesso o vale das sombras

todas as variantes se misturam num fractal de certas incertezas

a tez molha o que antes era puro nervosismo

o tato se transforma ao qual memória muscular cognitiva

o sopro da vida, que me enche os pulmões, estaciona, atônito

o frio corta pela espinha numa dança particular com a aorta

dos centímetros que nos separam somente meus apêndices que ainda estão por vir

descontínuo é o silêncio barulhento das batidas no peito

quase-morte como uma visita bem-vinda, de casa

a mente é vaga à frivolidade indômita

há de haver uma estrada em que o destino e o princípio sejam nossos lábios

há de haver o porvir numa aspiração em gosto de açúcar

há de haver um caminho que ainda não trilhei

trilharei


Gui Mendes

Vence por pontos e não por nocaute.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// //Gui Mendes