Vinicius Siqueira

Fascista desde criancinha

O Psicodélico dos Anos 60, As Núvens no Chão e os Pés Nas Núvens.


cover.jpg Falar de Rock Psicodélico não é fácil, é necessário muito alucinógeno. Sim, muito alucinógeno. Principalmente por que, apesar de não se saber qual foi a banda marco inicial do Psicodélico, se sabe que ela, seja lá qual banda for, fez o que fez em conjunto com o LSD. O objetivo do texto é ressaltar somente algumas bandas mais marcantes, que fizeram do estilo a coisa sólida que foi, embasada no contexto histórico da contra-cultura e na experimentação de uma leva de jovens com um estoque de imaginação, se é que me entendem, infinito.

O objetivo musical do Rock Psicodélico é expressar a viagem sentida no uso dos alucinógenos, extremamente fortes na época, e o Pink Floyd, em sua fase com Syd Barret, é um gancho da memória óbvio.

z2fgipwenqoewe2jvumnms0s.jpg pinkfloyd.jpg

Foi Syd que guiou a linha de composições e os objetivos do Floyd, sendo considerado um grande gênio por trás da viagem espacial Floydiana. Depois de ser expulso do Pink Floyd lançou dois cd's solos, também ícones da psicodelia ácida (sim, o “ácido” vem exatamente disso que você está pensando).

sydbarrett.jpg

Já nos Estados Unidos, o Velvet Underground foi colocado no grupo dos psicodélico por sua extrema experimentação com seu álbum de estreia profético com a cantora alemã Nico.

the_velvet_underground_gold_the_velvet_underground.jpg

Os Beatles, voltando à Inglaterra, entraram de cabeça na psicodelia depois de uns chás mágicos na casa de um dentista fanfarrão e de muita estrada com um tal de Dr.Robert, de cabelos castanhos e óculos arrendondados, que carregava todas as pílulas. O resultado foi Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, Magical Mystery Tour, o Revolver e também o Yellow Submarine.

BEATLES PSICODELICOS.jpg avedon beatles portrait.jpg

Agora uma banda menos conhecida, mas não menos simbólica: Gong. Eles estão até hoje na ativa, com o rock psicodélico e progressivo imperando nas composições e soltando a criatividade nos shows. A banda é o feto do que seria o Soft Machine, banda Prog da cena de Canterburry. A onda do Gong é misturar elementos folk, rock e fundir tudo com muitas cores e surrealismo.

gong-daevid-allen-gilli-smyth-steve-hillage-planet-psychedelic-rock-photo-9b.jpg

Toda a música psicodélica, em si, não estava à parte do cenário mundial cultural. Enquanto a contra-cultura se demonstrava como afronta às estruturas fortes e conservadoras nos meios culturais e políticos, sua expressão musical era a experimentação psicodélica, o retorno à floresta encantada, onde é possível uma utopia social leve e descarregada da responsabilidade moderna e urbana. Talvez por isso o Velvet Underground destoe das outras bandas “formadoras” - eles eram a urbanidade personificada.

Nesta época, o amor-livre e o uso indiscriminado de drogas alucinógenas era a forma de introduzir todas as experiências castradas pela moral vigente – todos esses excessos estavam sendo praticados sem o menor pudor em relação a moral - dita - civilizada, eram, portanto, uma inserção autoritária da liberdade de experimentação, da liberdade de viver. A fixação pelas drogas alucinógenas era a fixação pela quebra do racionalismo tipicamente capitalista, juntamente com a desconexão das normas morais mais supérfluas e, no entanto, tão rígidas quanto no início do século.

Portanto, a experiência alucinógena é uma experiência de significação, de ligação transcendental com a matéria que culmina na morte automática de qualquer linguagem puramente designativa, representante da indústria cultural. A significação toma o poder e é colocada em seu lugar legítimo. O choque do transcendente não afirma um misticismo supostamente intrínseco ao mundo, mas sim, afirma a possibilidade de, por trás de cada coisa, haver um conteúdo simbólico significativo bem maior do que é possível ver. Isso, até hoje.


Vinicius Siqueira

Fascista desde criancinha .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/// @destaque, @obvious //Vinicius Siqueira