horizonte distante

cinema, música e tudo aquilo que se pode avistar

Guilherme Moreira Jr.

Um inquieto sobre o viver e o estar. No cinema, na música ou em qualquer outra janela. Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro.

Amor pelas tabelas e respeito pelas goelas

Não existe outra via para a solidariedade humana senão a procura e o respeito da dignidade individual. (Pierre Nouy)


jerrylewiscur.jpgThe Day the Clown Cried (2016) - Dir. Jerry Lewis

É doloroso ouvir certas afirmações acerca de inúmeros assuntos. Não por algum tipo de pequenice do ser, mas por razões que muitas vezes acabam sendo mais contemplativas do que práticas. O discurso em nome do coletivo, seja ele qual for, ainda será mantido durante muito tempo e assegurado por vivências de fato experimentadas e também cadenciado pelos que imaginam e se colocam no lugar do outro. Quando se discute o passado e os incontáveis males absorvidos durante os processos sociais, infelizmente ignoramos o motivo que desencadeou cada mínima situação; a intolerância. Transparente, mas de alguma forma invisível aos olhos sedentos de verdades.

O passado teve o seu preço e ninguém está pedindo para o mesmo ser esquecido. Cada indivíduo sabe das suas próprias mazelas e obstáculos enfrentados. Existem pequenos grupos interessados exclusivamente na propagação do poder e da desigualdade e na soberania cultural e econômica. Assim como existem outros tantos movimentos que acreditam na justiça, igualdade e em oportunidades de reconhecimento e aceitação de valores que deveriam ter sido ensinados desde os primeiros dias. Vivemos um embate diário sobre qual caminho seguir em nome da liberdade. Mas a liberdade carrega diversas facetas, dependendo da vista que se quer olhar.

Lutar não é necessariamente se armar de utensílios e de discursos calorosos. Combater fogo com fogo por legitimidade também não faz brotar dias melhores. Quiséssemos realmente preencher corações com respeito, talvez gestos de união e compaixão fossem mais adequados. A questão é que independente da intenção, quando a discordância aparece na festa, o imediato é fazer cara feia. Daí para os punhos cerrados e para o palavreado intenso, poucos segundos.

Há muita canastrice no mundo e isso dá raiva. Somos humanos. Imperfeitos. Ainda aprendizes após tantos séculos sobre como devemos lidar com nós mesmos. Sentimos demais. Por quem amamos e por quem acreditamos que mereça o nosso apelo. Mas nesse pêndulo onde os nossos corações residem, o ódio e a intolerância continuam surgindo esporadicamente como um ciclo vicioso. Basta olhar o passado e entender que o presente não está tão diferente assim. E o amanhã?

Amorismo, por favor.

"O Amorismo é uma corrente filosófica universalista que prega o amor incondicional como sendo a última e única solução para a humanidade."


Guilherme Moreira Jr.

Um inquieto sobre o viver e o estar. No cinema, na música ou em qualquer outra janela. Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro..
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Guilherme Moreira Jr.